Após protagonizar uma entrevista comovente no "Fantástico", da Rede Globo, a transexual que atende pelo nome social de Suzy Oliveira teve o crime que a colocou em cárcere revelado publicamente.

A entrevista exibida no "Fantástico", que na ocasião sensibilizou muitos brasileiros, atualmente tem gerado revolta, tamanha a crueldade do crime praticado pela detenta.

Globo sensibilizou brasileiros com o drama das trans

'Fantástico' é uma das atrações jornalísticas mais famosas da grade de programação da Rede Globo.

Presente da tela dos televisores de milhões de telespectadores no Brasil, a atração dominical constantemente aborda assuntos fortes e que se tornam motivo de discussões entre os brasileiros.

A fim de abordar a situação dos detentos transexuais, o "Fantástico" entrevistou diversos encarcerados, dando um maior destaque para o drama de Suzy Oliveira.

A detenta de nome social Suzy revelou o drama da solidão que a assola no presídio e sua declaração comoveu grande parte dos telespectadores que acompanharam o depoimento cedido ao médico Drauzio Varella, responsável pela entrevista.

Drauzio Varella se sensibiliza com presas

O "Fantástico" do último dia 1° trouxe à tona o drama de detentas transexuais que integram o sistema carcerário do país.

Entrevistando as encarceradas para a matéria, o médico Drauzio Varella, que realiza visitas e é voluntário no sistema penitenciário desde o ano de 1989, guiou a entrevista que compunha a matéria, de modo a ressaltar o "abandono" sofrido pelas presas.

Levando comoção ao público, Drauzio abriu espaço para que Suzy expusesse seu sofrimento, revelando em rede nacional, algumas das dificuldades que enfrentou ao entrar na cadeia, como por exemplo, falta de respeito e abusos por parte de outros detentos.

Visivelmente sensibilizado com as declarações de Suzy, que segundo a mesma não recebe uma visita há "sete ou oito anos", Drauzio lamenta a solidão enfrentada pela trans e a abraça, solidarizando-se com a situação, taxada como "abandono".

Crime de Suzy vem à tona

Após a entrevista de Drauzio Varella para o "Fantástico", Suzy Oliveira, que se encontra detida na Penitenciária José Parada Neto, em Guarulhos, São Paulo, passou a receber uma série de presentes como cartas, itens de maquiagem, chocolate, livros e outros itens.

Passados alguns dias da entrevista do "Fantástico", o motivo da prisão de Suzy, foi divulgado pela Secretaria de Administração Penitenciária de São Paulo (SAP).

Segundo o órgão estadual, Suzy, que não teve seu nome de registro divulgado, encontra-se detida por abusar e matar uma criança de 9 anos, usando meio cruel e recurso que impossibilitasse a defesa da vítima.

Não perca a nossa página no Facebook!