Se por um lado as maiores autoridades de saúde alertam sobre os perigos do novo coronavírus (Covid-19) e a importância de medidas de segurança, como o uso de máscaras de proteção e o isolamento social, algumas figuras públicas vêm duvidando de tudo o que vem sendo divulgado e acreditam que existe mais coisa por trás da doença.

Aqui no Brasil temos um caso semelhante. O próprio presidente da República, Jair Bolsonaro, vem defendendo, a várias semanas, o enfraquecimento do isolamento social e a retomada das atividades normais, sob o pretexto de que a economia será muito enfraquecida. O presidente, inclusive, já se referiu ao vírus como uma "gripezinha" e não esconde que acredita que o vírus é bem menos perigoso do que parece.

No México, algumas celebridades já vieram a público se manifestar a respeito da doença, e alguns deles se destacam por seguir uma linha parecida com a de Bolsonaro, tentando negar a gravidade do problema.

O ex-RBD Christopher Uckermann vem fazendo algumas lives em suas redes sociais com alguns palestrantes que defendem que existe algo muito maior por trás do vírus, e que tudo se trata de uma teoria da conspiração. Segundo o ator e cantor, o coronavírus, na verdade, é parte de um esforço global, que tem como objetivo controlar nossas vidas, nossa liberdade e nossa saúde.

Uckermann chegou ao ponto de postar um vídeo, onde um profissional da saúde usando vários equipamentos de segurança, sanitiza a rua, e de maneira sarcástica Christopher escreveu: "Em plena luz do dia, para que seja mais chamativo e óbvio".

A atitude do artista foi tão condenável, que até mesmo seus fãs o criticavam pela atitude, dizendo que ele estava faltando com respeito as famílias que perderam entes queridos pela pandemia. Adjetivos como "patético", "irresponsável" e "estúpido" também foram encontrados nos comentários da postagem.

Já Christian Chavez, seu ex-companheiro e RBD, em entrevista a um programa de TV, criticou a atitude: "Esse é um tema muito delicado, e eu respeito as ideologias de cada pessoa, se ele tem essa crença, pois que a defenda, mas eu sim posso te confirmar que não compartilho dessa ideologia".

Outro caso...

A atriz Paty Navidad, de 46 anos, também vem subestimando o poder do coronavírus. Recentemente, ela declarou que acredita que o número de vítimas nos Estados Unidos é bem menor do que a mídia vem divulgando e que os hospitais, ao contrário do que vem sendo divulgado, estão vazios. "Algo muito estranho acontece nos hospitais dos EUA. Estão vazios. Cadê os doentes?", questionou a atriz em seu Twitter.

Depois de ver toda a repercussão negativa que sua mensagem causou, a atriz excluiu a publicação.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Novelas
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!