O Grêmio atravessa um momento de ótimas promessas oriundas das categorias de base do clube. Com o privilégio de contar com Pepê, jogador que já passou por seleções de base, o Grêmio precisará, no entanto, encontrar soluções para quando o atleta deixar o Tricolor rumo ao Porto, de Portugal, para quem já está vendido.

Com uma safra de pontas-esquerda saindo ano após ano, o Grêmio tem pelo menos sete bons nomes para substituir Pepê e não deixar o time na mão. Desde Pedro Rocha até Everton Cebolinha, o Grêmio mostra que suas fornalhas de atacantes são melhores com o passar dos anos.

Grêmio tem sete jovens pedindo passagem

A boa base do Grêmio é um trabalho de anos. Os bons pontas não são frutos de sorte, mas de observação, captação e lapidação destes jovens na base do clube. Atualmente, o Grêmio tem ainda laterais, volantes e atacantes de alto nível surgindo entre suas pratas da casa.

Ferreirinha (23 anos)

Com 23 anos, maduro e disputando a posição com Pepê, Ferreira é o primeiro na lista sucessória. Atualmente, o jogador é visto como o titular da posição. A recente lesão de Pepê ofereceu o espaço que Ferreira precisava para, enfim, deslanchar no time titular de Renato Portaluppi.

Léo Chú (20 anos)

Prestes a completar 21 anos, Léo Chú passou um ano no Ceará, onde se destacou e encantou em suas atuações no Campeonato Brasileiro de 2020.

Peça-chave de Guto Ferreira no Vozão, Léo Chú atuava pela faixa esquerda de campo, dando profundidade aos ataques do alvinegro.

Guilherme Azevedo (19 anos)

Com 19 anos, Gui Azevedo tem ganhado minutos entre os meninos do Grêmio e até mesmo no time titular. Contudo, o ponta tem atuado na faixa direita de campo, onde hoje joga Alisson.

As boas partidas e os recentes gols credenciaram o atacante à titularidade, mas uma lesão na coxa acabou afastando sua ascensão.

Léo Pereira (20 anos)

Atacante forte e com preparo físico privilegiado, Léo Pereira chegou do Corinthians e tem mostrado todo seu potencial quando entra em campo. Com ótimo 1v1, finalizador e driblador, Léo Pereira é bem avaliado pela comissão técnica, que deve utilizar o jogador ao longo do ano na equipe de cima.

Elias Manoel (19 anos)

Visto como uma verdadeira promessa dentro do Grêmio, Elias é cercado de expectativa da direção e da comissão técnica. Uma recente lesão tirou a chance do jogador de atuar com a equipe de meninos que iniciou o Gauchão. O Grêmio pretende efetivar o jogador e espera contar com ele no time de cima.

Vini Paulista (20 anos)

Cria da base do Grêmio desde o sub-11, Vini Paulista é pouco falado externamente no clube, mas dentro possui grandes avaliações. A velocidade e o comprometimento tático do atleta o credenciam a ser utilizado por Renato ao longo da temporada.

Thayllon (19 anos)

Vindo do São José, Thayllon é o ponta arisco, veloz e de ótimo drible. Chamou a atenção do Grêmio quando estreou com apenas 17 anos no Zequinha, na Série C.

Foi contratado para o time sub-20, mas acabou direto na transição, por onde se destacou.

Siga a página Futebol
Seguir
Siga a página Grêmio
Seguir
Siga a página Opinião
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!