Aleatoriamente, tem aparecido em vídeos bastante populares na internet, imagens da personagem Momo. Durante o vídeo, do nada, aparece a imagem assustadora interrompendo, e essas imagens ensinam como uma criança deve fazer para se suicidar.

O caso foi relatado pela revista Crescer, na última sexta-feira (15). Momo foi uma escultura de criação japonesa e sua aparência é bastante sinistra. Olhos bem grandes, sorriso maldoso, pele empalidecida. Ela ficou conhecida após surgir em um vídeo que se chamava "Desafio Momo", e se tornou famoso no ano passado em todas as redes sociais.

O desafio consistia em incitar pessoas ao suicídio, roubo de dados pessoais e extorsão

Segundo a revista Crescer, em vídeos populares do YouTube, como o de uma criança brincando inocentemente com slime, o mesmo é interrompido abruptamente e aparecem várias imagens da personagem fictícia Momo, ensinando, em inglês, como fazer para cortar os pulsos.

Publicidade
Publicidade

A revista também entrevistou o casal Juliana Tadeschi Hodar e Juan Hodar, que disseram ter recebido o tal vídeo nos grupos do WhatsApp e que, após assistirem, conversaram com sua filha de 8 anos sobre o mesmo, e se assustaram quando a menina disse já ter visto pelo menos 3 vezes a mesma cena, relatando estar bastante amedrontada e com receio de dormir só, e até mesmo medo de vê-la sair de dentro do armário do quarto. A fim de dar segurança à filha, Juliana dormiu junto dela e explicou à menina de que tudo era mentira e que a Momo jamais apareceria.

Os pais orientaram a filha que, ao assistir um novo vídeo e as imagens voltassem a aparecer, que pausasse e os chamasse.

Os pais disseram que colocaram um filtro na plataforma, que deveria restringir o acesso aos conteúdos oferecidos apenas pelo YouTube Kids. A revista Crescer mostrou uma carta enviada pela plataforma falando sobre esse vídeo. O YouTube afirma ter lido as mensagens enviadas para eles sobre o tal desafio e que estão atentos ao acontecido e que, após analisarem, não encontraram nada que evidenciasse sobre assunto Momo e que cortam sempre qualquer tipo de conteúdo que fuja às regras da plataforma.

Publicidade

Disseram também que acham de suma importância e relevância os youtubers e os seguidores discutirem sobre a Momo, mas que também devem denunciar as miniaturas da personagem, visto que ela não é aceita na plataforma.

O YouTube Kids foi lançado no ano de 2016 para agradar às crianças e também aos pais das mesmas, garantindo a segurança no conteúdo destinado a eles. Quem faz a seleção dos vídeos é um algoritmo e que aparentemente foi alterado por alguém, o que causou todo esse alvoroço.

Leia tudo