Quando Marco Feliciano assumiu a presidência da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados e propôs um projeto conhecido como "Cura Gay" (algo para ser implementado nas escolas de ensino fundamental), Alexandre Frota fez revelações incríveis nos programas 'Sábado Total' da RedeTV e 'Morning Show' da JovemPan FM, afirmando que era uma contradição do Pastor Deputado, pois, o mesmo manteve relações amorosas com ele.

"Eu fico sem entender porque a relação que ele tinha na cama comigo não condiz com o que ele esta propondo, não sei o que aconteceu com o meu Dundum", disse Frota.



"Amor, estou estranhando essa sua posição. Por tudo o que a gente viveu, por toda a nossa vida, por tudo o que você falou no meu pé do ouvido, eu esperava mais. Me liga, amor", continuou o ator, com recados ao pastor Feliciano. O pastor não chegou a responder os recados do ator. Frota é um popular ex-ator pornô, uma pessoa que revolucionou o cenário pornô no Brasil, no início dos anos 2000.

Segundo ele, naquela época, o pornô brasileiro ainda não era tão profissional como é hoje. Quando ele entrou no ramo, trouxe tecnologias e profissionalismo de primeira para as cenas.

Ele também já fez cenas homossexuais e, nessa época, posou para a G Magazine, uma popular revista gay.

Tempos depois das declarações, Frota apareceu em entrevista a um jornal dizendo que as declarações foram em tom de brincadeira, pois ele gosta do assunto homossexual. "Já fui hetero, bissexual, tri, tetra, penta e estou em busca do hexa. Meu humor vai além de qualquer coisa", disse o ator.

Frota acusado de estupro

No programa 'Agora é Tarde' da Bandeirantes o ator afirmou que cometeu atos sexuais com uma Mãe de Santo, quando ainda trabalhava para a Rede Globo.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Famosos Curiosidades

"Eu estava com alguns problemas, daí um amigo meu à época me deu uma dica de ir a uma mãe de santo. Fui. Cheguei e a vi de costas no quarto, me aproximei por trás e cometi o ato sexual com ela. Infelizmente tive que apertar o pescoço dela e ela desmaiou, quando as pessoas chegaram eu disse que ela havia caído", disse.

As declarações geraram revolta no dia seguinte e grupos ativistas o denunciaram de estuprador. "Um crime hediondo foi confessado e aplaudido em rede nacional. Como isso é possível?", disse em nota o Coletivo Mariachi, do Rio de Janeiro.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo