Uma grande polêmica surgiu entre empresários do mundo da Moda e o autor da produção global Verdades Secretas, Walcyr Carrasco.

Segundo o empresário da Mega Brasil, Marcus Panthera, a novela ofende a moral das modelos ao citar o 'book rosa' em sua trama novelesca. Mas o autor global rebate que é real a prostituição de luxo no submundo da moda.

Em conversa informal com a UOL, as ex-BBBs Fani Pacheco e Kamilla Salgado disseram que é comum, modelos receberem propostas de agenciadores para que trabalhem como 'acompanhantes de luxo', em troca de viagens ao exterior e cachês que vão de R$5.000 a R$160 mil.

O assédio acontece sempre através de e-mails e chegam como 'Jobs'.

'É normal para quem trabalha com mulher bonita ouvir propostas de programas para suas clientes. Já me acostumei', disse o empresário Cacau Oliver, que há 16 anos cuida da carreira de famosas como Andressa Urach, Joana Machado e Sabrina Boing Boing. 'Fotos de mulheres sensuais em capas de revistas confundem os homens, dá ideia que elas têm um preço. Independente de ser modelo e do book rosa, existe a menina que se prostitui.", concluiu Cacau.

A modelo Andressa Urach, garante que o 'trabalho extra' existe, mas que nunca participou. Ela era apenas coordenadora de RH e fazia a seleção das meninas para eventos. 'Mas sei de muitas [famosas] que já fizeram o trabalho', confirmou Andressa.

Outra que garantiu ser verdadeira a história foi a ex-bbb Fani Pacheco: 'Os agenciadores me ligam dizendo que tem homens que pagariam o que eu pedisse. Mas essa não é a minha, prostituição está fora da minha vida'.

O modelo Daniel Graniere de 37 anos é agenciado pela Ford Models e já fez mais de 200 comerciais, alerta que isso não é lenda é um fato real e deve ser discutido:  'Já vi algumas pessoas amigos em apuros por isso. Ninguém é escravo tem o contratante e quem quer ser contratado. Eu nunca recebi nenhuma oferta'.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Famosos Televisão

Garantiu.

A atriz global Alinne Moraes que trabalhou por 7 anos na Elite Model Management, achou que a trama ficou um tanto desagradável por só abordar o mundo das passarelas: 'Por quê não falar do 'teste do sofá', casos entre chefes e secretárias? Todos deveriam ser discutidos'.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo