Há 24 anos, a atriz Daniella Perez, esposa de Raul Gazola, foi assassinada por Guilherme de Pádua e sua esposa, Paula Thomaz.

Em entrevista ao Ego, da Rede Globo, o ator conta sobre os três enfartos que sofreu desde o caso e afirma que todos foram causados pelo estresse: “O pai da Dani morreu de tristeza, a Glória teve câncer e eu enfartei três vezes".

O ator, que se prepara para voltar à telinha, em “Flor do Querer”, próxima novela das 8, da Rede Globo, declarou que nunca buscou por vingança, não tem como perdoar, mas também não cultiva o ódio.

Saiba mais sobre a morte da atriz

Ocorrido no dia 28 de dezembro de 1992, o caso policial recebeu ampla cobertura da imprensa e foi grande a comoção popular causada.

Foi uma época em que todos viam um exemplo terrível de como a vida imita a arte.

Daniella fazia a novela “De Corpo e Alma” e era par romântico de Guilherme de Pádua, por quem foi assassinada na vida real.

O caso chocou demais porque além de trabalharem juntos como par romântico, serem artistas, Guilherme de Pádua prestou solidariedade a todos do elenco e chorou com eles. Guilherme e sua esposa, Paula, chegaram a consolar a mãe da atriz e autora da novela, Glória Perez, na delegacia.

Tudo foi descoberto com a ajuda do advogado Hugo da Silveira, que passava de carro pelo local e achou estranho dois carros estacionados em local suspeito e comunicou a polícia, que chegou até Guilherme pela placa do carro.

O corpo de Daniella foi encontrado numa floresta na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, com estocadas de faca, tesoura ou punhal (a arma do crime nunca apareceu, mas Guilherme afirma que a esposa carregava uma tesoura).

Guilherme de Pádua e esposa, Paula Thomaz, foram condenados por júri popular.

Ao longo de 5 anos, Guilherme de Pádua testou várias versões através da imprensa, assim como Paula Thomaz

Nenhum dos dois convenceu o júri, e ambos foram condenados por homicídio duplamente qualificado: motivo torpe e impossibilidade de defesa da vitima.

Motivo da morte? Ciúme.

Veja todos os detalhes desse ato que abalou o Brasil 24 anos atrás e que ainda gera comoção por sua violência.

Se hoje fosse viva, Daniella estaria com 47 anos.

Reportagem da morte

Siga a página Famosos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!