Os guerreiros nórdicos retratados em "vikings" realmente existiram. Confira as principais diferenças entre as histórias e a série.

Nunca se falou tanto sobre os bárbaros guerreiros Vikings quanto após o lançamento da série "Vikings", pelo History Channel, em 2013. A série, que vem conquistando cada vez mais uma legião de fiéis seguidores, aborda a temática por uma visão diferente: as tramas são desenroladas pela visão dos guerreiros nórdicos, o que faz com que possamos vê-los além dos bárbaros e sanguinários assassinos aos quais conhecemos em nossas aulas de história.

O fato é que grande parte dos personagens de "Vikings" são figuras históricas e realmente existiram: o que não garante que a história tenha acontecido exatamente da mesma forma como tratada na série. Sendo a cultura viking normalmente passada entre as gerações através da fala, é difícil para os historiadores resgatarem com exata precisão acontecimentos tão antigos.

Baseado em alguns estudos fomentados sobre a figura de Ragnar Lothbrok, suas companheiras e seus filhos, separamos aqui alguns acontecimentos registrados e atribuídos a estes, e suas diferenças conforme o retratado na série televisiva.

1 - Ragnar teve três mulheres

Diferente enredo apresentado na série, Ragnar teve mais uma mulher além de Aslaug e Lagherta: Tora Borgarhjört. Tora era filha do rei Herraud da Suécia e teria dado à luz a dois filhos de Ragnar, um homem e uma mulher.

2 - Rollo e Ragnar não eram irmãos

Rollo (cujo nome original era Hrólf) foi conhecido por ser um homem tão grande "que nenhum cavalo seria capaz de carregar". Rollo realmente tinha sua origem viking e acabou por se tornar Rei da Normandia, porém não há sequer um leve grau de parentesco entre ele e Ragnar.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Seriados

3 - Ragnar não era um fazendeiro

De acordo com algumas versões da história, Ragnar não era um fazendeiro de origem humilde. Ele seria filho do Rei sueco Sigurd Ring, conquistador da Dinamarca, que por sua vez já pertencia a uma linhagem a qual diversos feitos lendários já haviam sido atribuídos.

4 - A morte de Ragnar

Há mais de uma versão para a morte de Ragnar Lothbrok. Além da adotada pela série, que mostra o guerreiro sendo jogado às cobras venenosas pelo Rei Aella, uma outra versão - bem menos "heróica" - poderia ser atribuída a Ragnar.

A versão diz respeito ao guerreiro Reginheri, que liderou o famoso cerco a Paris e é frequentemente associado à figura de Ragnar. Conta-se que o mesmo teria morrido em consequência de uma grave disenteria após o ataque.

5 - Björn não era filho de Lagherta

Lagherta e Ragnar se conheceram após a guerreira ser a chave decisiva para a vitória de Ragnar em uma grande batalha. Ragnar cortejou a moça e ganhou sua mão após matar o urso e o grande cão que Lagherta mantinha em sua casa; eles se casaram e tiveram três filhos: Fridleif e mais duas mulheres cujo nome não se tem registro.

Björn Ironside era, na verdade, filho de Ragnar com a princesa Aslaug.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo