Fortes emoções vão marcar a novela "apocalipse" da Record TV na próxima fase. Escrita por Vivian de Oliveira, a trama baseada no livro que dá nome ao folhetim vem carregada de cenas especiais e muita polêmica.

Um dos personagens principais, Ricardo Montana, interpretado pelo brilhante Sérgio Marone, vai fazer de tudo para dominar o mundo nos últimos dias de vida na terra.

Concebido sob a influência de um vulto negro maligno que aproximou seus pais, ainda menino, Ricardo já demonstrou toda sua maldade nos primeiros capítulos da trama.

Publicidade

Numa oportunidade, o garoto quase matou o amigo Benjamin e como se não bastasse o anticristo tentou matar também a governanta de sua casa em Roma.

Agora na nova fase que se inicia mostrando os dias atuais o personagem vai revelar toda sua obsessão pelo poder. Sempre apoiado pelo sacerdote Stefano Nicolazzi, o anticristo começa a colocar em prática seu plano para dominar o mundo através de um falso processo de paz.

Usando a farsa de bom moço, Ricardo Montana consegue um feito extraordinário. Se tornando um líder respeitado em todo mundo, ele consegue estabelecer um importante acordo de paz entre Israel e os outros países árabes.

Nesta época os judeus conseguem realizar um objetivo antigo de construir o terceiro templo em Jerusalém. Tudo caminha aparentemente bem.

É neste período que Deus envia os profetas Elias e Moisés para pregar o evangelho. 144 mil judeus são chamados na missão de evangelização do mundo. É aí que a máscara do anticristo começa a cair. Sempre ao lado de Stefano, Ricardo finge dar apoio aos profetas na missão, mas em segredo planeja matar o sacerdote.

A 'morte' de Ricardo acontece nesta época. Seus planos de dominar o mundo são expostos por alguns aliados e uma guerra é iniciada.

Publicidade

Com a exposição da verdadeira face do anticristo, várias mortes são desencadeadas.

Nesta guerra Ricardo acaba sendo ferido e passa a ser dado como morto. A novela vai mostrar o momento em que um demônio será enviado para possuir o corpo de Montana. Todos pensam que o líder da paz morreu, mas durante seu enterro, ele, sob influência de um espírito maligno, levanta do caixão de repente.

Tudo faz parecer com que o chefe de estado tenha se ressuscitado e o falso 'milagre' faz com que Ricardo se coloque numa posição de poder mais elevado ainda.

Apoiado por Nicolazzi, o anticristo passa a exigir que toda a humanidade o reconheça como um Deus. A guerra é declarada a todos que não reconhecem seu domínio.