Quem não foi pego de surpresa no fim de 2017, com a notícia de que um premiado cantor Gospel saiu do armário e reapareceu como travesti? Pois bem, se só agora você arregalou os olhos e ficou boquiaberto com essa notícia, não se preocupe. Para você não ficar boiando, leia a matéria anterior clicando aqui.

O fato é que Lucas Fernandes, agora conhecido como Lucas Miziony, abandonou a carreira gospel, assumiu ser homossexual e se lançou agora em outro segmento, com o EP “Homem ou Mulher” e a Música de trabalho “Mexe o Bum, Bum”.

Publicidade

Evidentemente, as críticas foram inevitáveis. Alguns chegaram a ironizar dizendo que o artista estava pegando carona na onda Pabllo Vittar. Outros, reprovaram tanto o teor musical quanto o novo visual. Ainda assim, o vídeo de “Mexe o Bum, Bum” foi recorde de visualizações no canal do cantor: mais de 200 mil views em uma semana.

‘Meu pai tentou me matar’

Mesmo virando uma celebridade instantânea para o público LGBT, nem tudo foi um mar de rosas para Lucas Miziony. Ele mesmo desabafou na internet, afirmando ter ficado irritado e triste ao ver sua nova fase associada a um escândalo para igreja.

Até chorou por isso.

O artista também confidenciou que sua homossexualidade fora motivo de revolta bem antes de deixar a carreira gospel. O pai não aceitava que ele fosse assim desde pequeno, chegando a xingá-lo diante de seus amigos. E pior: tentou matá-lo diversas vezes.

‘Fiquei com um pastor’

As revelações estarrecedoras não pararam por aí. Lucas Miziony comentou sobre os relacionamentos que teve no passado. Mesmo “sem dar nome aos bois”, o cantor admitiu que se envolveu com um grande líder de igreja.

Publicidade

O affair foi um pastor muito conhecido, que tem várias igrejas, mas não chega a ser tão famoso como Silas Malafaia. De acordo como o próprio Miziony, ele e o pastor só ficaram uma única vez.

‘Um bispo se apaixonou por mim’

Outro caso capaz de chocar muito evangélico por aí aconteceu entre ele e um bispo. Lucas Miziony disse que a pessoa em questão até se apaixonou por ele, quis presenteá-lo com um carro e casar. O ex-cantor gospel não quis.

Mesmo com nomes em segredo, uma coisa Lucas Miziony não esconde: preferiu se assumir, ao invés de esconder (por mais tempo) quem ele era ou sabia ser.

Essa foi a razão para deixar a música cristã, mesmo às vésperas de lançar seu terceiro álbum. O disco teria a participação de um nome famoso do segmento, mas não deu. “Preferi desistir, vi que isso não era pra mim”, encerrou ele.