5

O catálogo da Netflix muda de região para região, sendo os Estados Unidos o país que conta com o maior número de vídeos. No Brasil, o catálogo oferece mais de 3.500 opções.

Apesar de ser um serviço famoso pelas séries que disponibiliza, há uma grande variedade de filmes [VIDEO] e documentários sobre os mais variados assuntos. Para os interessados em Moda, vale a pena conferir essa lista de documentários sobre o tema>

Confira os documentários de moda mais legais disponíveis na Netflix

Manolo: The Boy Who Made Shoes for Lizards (2017) - Este documentário sobre Manolo Blahnik mostra não só a genialidade do processo de criação do estilista espanhol, mas vai muito além.

Conta a vida de um menino extraordinário que fazia sapatos para lagartos e se tornou um dos maiores estilistas do século XX.

Explora também a sua personalidade forte e intrigante e seus sapatos que exclamam originalidade. O diretor Michael Roberts prova, através de Manolo, que sapatos são muito mais do que calçados. Tratam-se do reflexo de séculos de cultura e contam histórias de vidas inteiras.

House of Z (2016) - Para Zac Posen, tudo começou literalmente em sua casa. Por ser de uma família de artistas nova iorquinos, cresceu em um ambiente de arte e criatividade. Aos 20 e poucos anos, ele fez do loft familiar uma oficina para a fabricação dos seus vestidos.

O filme mostra a realidade nada glamorosa, ao contrário do que muitos pensam da carreira de estilista, que envolve muito trabalho duro e noites mal dormidas.

As críticas da mídia e pressões de todos os lados fizeram até mesmo Zac, o queridinho da Vogue, entrar em uma crise tanto financeira quanto emocional e ter que lutar para reconstruir sua reputação e seus vestidos.

House of Z é um verdadeiro acesso ao backstage do mundo da moda – e ao clima de tensão constante que vem com ele.

The True Cost (2015) - “Esta é uma história sobre roupas. Sobre as roupas que vestimos, as pessoas que fazem essas roupas e sobre o impacto que a indústria está tendo no nosso mundo”. É assim que começa o documentário de Andrew Morgan sobre os impactos ambientais e sociais da indústria da moda.

Revela o chamado “lado sombrio da moda”, onde existe uma indústria com péssimas condições de trabalho. O filme mostra que esse lado está intimamente relacionado às marcas de fast fashion, aquelas que têm uma rápida produção de peças e que estão sempre trocando as coleções.

Fresh Dressed (2015) - Fresh Dressed é uma aula de moda, cultura americana e hip-hop. O documentário mostra como o modo de vida e a formação de gangues nos anos 1970 em bairros como o Bronx, em Nova Iorque (EUA), influenciaram o surgimento do hip-hop, um movimento que combina música, dança e moda.

O filme trata da importância da cultura, manifestada através do estilo e das roupas como forma de autoexpressão e autoconfiança, principalmente em meio a uma realidade dura, como a que a população negra americana enfrentava no período.

Iris (2014) - Iris Apfel é um fashion icon, além de empresária e designer de interiores de Nova Iorque. Seu impacto no mundo da moda é tão grande que as peças icônicas de seu closet, tanto bijuterias quanto roupas, já ganharam uma exposição própria no Fashion Institute of Technology.

Este documentário teve total acesso a vida e personalidade marcante de Iris. Suas roupas divertidas representam não apenas um estilo único, mas a sua maneira livre de viver. O filme mostra que Iris jamais passa despercebida pelas pessoas ao seu redor e oferece muito mais que uma lição de moda – mas uma verdadeira lição de vida.