A modelo argentina Nadinne Bruna, de 32 anos, que tem mais de um milhão de seguidores no Instagram, perdeu a visão depois de passar por um procedimento controverso. Ela implantou silicone nos olhos para mudar a cor de castanho para azul. De acordo com a modelo, antes do procedimentos seus olhos eram saudáveis [VIDEO]. A modelo mora em Miami, nos Estados Unidos, mas realizou a cirurgia em Bogotá, na Colômbia.

“Esta cirurgia destruiu completamente minha vida”, acrescentou. Os implantes de retina são ilegais nos Estados Unidos e não são aprovados pelo FDA (Food and Drug Administration), órgão responsável pelo controle de alimentos, medicamentos e tratamentos médicos.

Os oftalmologistas dizem que esse tipo de procedimento pode causar danos irreparáveis. "Os implantes interferem no fluido normal que sai dos olhos, o que causa cicatrizes, aumenta a pressão e danifica os nervos permanentemente", diz Richard Rosen, cirurgião de retina da Enfermaria de Olhos e Ouvidos do Hospital Monte Sinai, de Nova York.

Ele disse que já ouviu falar de americanos indo para a América Central ou do Sul para fazer o procedimento. "Definitivamente, há alguns pacientes que eu já vi que estão bem com eles, mas também vi alguns desastres reais", acrescentou. Era um risco que Bruna estava disposta a aceitar.

Em setembro de 2016, ela foi para Bogotá, na Colômbia, para realizar o procedimento, onde foi cobrado um valor com desconto de US$ 3 mil (R$ 10 mil) em troca de divulgados os resultados no Instagram.

Mas o procedimento danificou os nervos ópticos da modelo. Ela acabou com glaucoma, uma condição ocular incurável que pode gradualmente causar cegueira. Além disso, seus olhos estavam constantemente vermelhos [VIDEO] e coçando por um ano.

Nadinne teve que parar com os trabalhos de modelagem por causa de sua condição. "Eu faço a maior parte do meu dinheiro através da minha conta no Instagram e não posso fazer sessões de fotos. Eu tenho vivido com minhas economias", disse ela. Ela teve os implantes removidos em Miami, em setembro, mas o estrago já estava feito.

“Os problemas oculares de Nadinne são algo com que ela terá que lidar pelo resto de sua vida. Ela nunca vai acabar com isso”, disse o oftalmologista Ranya Habash, que realizou a cirurgia de remoção de implantes em Bruna no Bascom Palmer Eye Institute, de acordo com o jornal britânico Daily Mail.

Eugenio Cabrera, o médico colombiano que realizou a cirurgia, não comentou o procedimento. Quem quiser mudar a cor dos olhos sem destruir sua visão deve usar lentes de contato coloridas [VIDEO], sugere Richard Rosen. "Elas são seguras, aprovadas e você pode tirá-las", diz o oftalmologista.

Em última análise, o pesadelo cirúrgico foi um momento de aprendizado para Bruna. “Eu fui completamente idiota. Eu confiei na pessoa errada”, diz ela. “Eu não acho que cirurgias são ruins. Eu simplesmente não sabia dos riscos e cometi um erro ao não fazer minha pesquisa”, finalizou.