Paulo Cesar Rocha ficou conhecido na TV brasileira como o personagem Paulo Cintura no programa Humorístico "Escolinha do Professor Raimundo", sucesso absoluto da Rede Globo no início da década de 1990. Apresentado pelo icônico humorista Chico Anysio, o programa trazia em seu elenco diversas lendas do humor nacional.

Paulo Cintura começou sua carreira ainda no rádio com programas sobre ginástica e popularizou seu bordão "Saúde é o que interessa, o resto não tem pressa!" Ficou na ‘’Escolinha’’ até o seu final em 1995, quando o programa deu lugar à novela teen "Malhação", que está no ar até os dias de hoje.

Após o humorístico de Chico Anysio perder espaço na Rede Globo, outras versões da ‘’Escolinha’’ foram criadas em outras emissoras.

Paulo Cintura participou de duas delas, ambas na ‘’TV Record’’, "Escolinha do Barulho" e mais tarde "Escolinha do Gugu".

Ainda muito querido pelos telespectadores, Paulo Cintura esteve nessa segunda-feira à noite (16) no programa "The Noite", de Danilo Gentili, no SBT, e deu algumas declarações no mínimo polêmicas. Ao ser questionado sobre a nova versão da "Escolinha do Professor Raimundo" que é exibida pela Globo e pelo canal por assinatura Viva desde 2014, o humorista foi taxativo: "A ‘Escolinha’ dos traíras?"

O ginasta lembrou que por muitos anos Chico Anysio tentou reviver a ‘’Escolinha’’ na Rede Globo, mas sua ideia era desprezada pelo departamento responsável pelo entretenimento da emissora. Paulo afirmou categoricamente que só esperaram o Chico morrer para roubarem sua ideia.

O que o deixa mais indignado é o fato de ter muitos humoristas que fizeram os personagens originais que hoje passam por dificuldades financeiras e não recebem um centavo dos atores que, segundo ele, roubaram os personagens já consagrados na década de 1990.

Paulo acredita que o correto seria substituir apenas os humoristas que já faleceram e deixar os que ainda vivem interpretar seus personagens, como o "Seu Peru" por exemplo, que era interpretado originalmente pelo genial Orlando Drummond, que hoje, aos 98 anos, mereceria essa homenagem da emissora.

Porém, ao ser questionado se gostaria de ser convidado para participar da nova escolinha, Paulo foi ainda mais duro: "Eu não trabalho mais nessa emissora". Mostrando ter certa mágoa com a Globo, Paulo a atacou, dizendo que a emissora presta um desserviço para a família brasileira com suas novelas imorais.

O humorista criticou ainda a insistente temática sobre a ideologia de gênero, além da personagem Bibi Perigosa, de “A Força do Querer”, que era baseada em uma traficante real do Rio de Janeiro.

Por fim, Paulo ainda afirmou que foi convidado para participar da série ‘’Mister Brau’’, de Lázaro Ramos, mas recusou o convite por essas mesmas razões. Veja abaixo a entrevista de Paulo Cintura na íntegra:

Se você gostou deste artigo, relembre 10 famosos brasileiros que morreram em 2017 [VIDEO]

E para mais artigos com polêmica sobre famosos veja: Pitty tira o vestido em festival e diz: 'Ninguém tá nem aí' [VIDEO]