O caso envolvendo o ator José de Abreu gerou bastante burburinho. O ator foi detonado pela opinião pública após cuspir em um eleitor a favor do impeachment da presidenta Dilma Rousseff, e isso mudou completamente a sua carreira. Se não bastasse esse grande problema, o hospital que atendeu o atual presidente Jair Bolsonaro, Albert Einstein, após o deputado sofrer uma facada em Juiz de Fora, está processando o global.

Tudo se deve a um tuíte que já foi deletado por José.

Publicidade
Publicidade

Nele, o ator faz acusações contra o hospital, dizendo que o mesmo tinha na realidade apoiado e orquestrado a facada envolvendo o presidente.

No texto, o ator ainda diz que o povo teria elegido um presidente cuja a eleição foi decidida numa facada. O hospital, segundo o Global, teria apoiado tal acontecimento.

Hospital se defende

O hospital divulgou uma nota afirmando que as palavras ditas por Abreu atingem sua reputação. Isso irá resultar em uma ação civil além de queixa-crime para apurar a difamação feita pelo Global.

O ator Global fez acusações graves contra o hospital
O ator Global fez acusações graves contra o hospital

Para Décio Milnitzky, José de Abreu deve pagar uma indenização que terá como destino uma obra social. Segundo ele, o hospital foi acusado de ser cúmplice de uma tentativa de homicídio, algo muito grave e que não pode passar despercebido.

O tuíte alcançou cerca de 5,4 mil curtidas antes de ser apagado. Na nota, o Albert Einstein qualificou a acusação de Abreu como ‘grave e infundada’. Além disso, o hospital irá tomar todas as medidas judiciais cabíveis contra o famoso.

Publicidade

Vale lembrar que essa não é a primeira vez que o ator se envolve em polêmicas por causa de tuítes feitos em seu perfil no Twitter. O ator não costuma se calar diante alguns acontecimentos políticos do país e sempre se posiciona demonstrando argumentos considerados por muitos ‘exagerado’.

Fatos como esse vem sendo discutidos devido a facilidade de acesso das pessoas às redes sociais. Cada vez mais comentários denegrindo a imagem ou até mesmo cometendo algum tipo de crime vem sendo feitos nos comentários de redes como Facebook e Instagram.

Artistas já se depararam com esse tipo de situação e muitos deles não se calaram levando o caso para a Justiça. Por isso é importante saber respeitar a opinião alheia na internet que pode não parecer, mas, é vigiada de perto pelas autoridades competentes que todos os anos buscam formas de acabar com os crimes virtuais. Resta saber como o caso envolvendo José de Abreu irá terminar.

Leia tudo e assista ao vídeo