Wagner Montes morreu aos 64 anos de choque séptico e sepse abdominal no último sábado (26). Ele já estava internado há cerca de dois meses por conta de uma infecção urinária e não conseguiu mais deixar o hospital. Ele era deputado estadua, já tinha sofrido um infarto recentemente e em suas últimas aparições na Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro) já apareceu sobre uma cadeira de rodas.

Sônia Lima, sua esposa, tinha recentemente dado uma entrevista a Sônia Abrão, no "A Tarde é Sua", da RedeTV!, tranquilizando os fãs do famoso em relação a seu estado de saúde. Ela disse na oportunidade que ele estava bem. Entretanto, houve uma piora no quadro clínico e a morte de Wagner foi confirmada sábado.

Publicidade

Sônia Lima se emociona em velório do marido

Wagner Montes era casado há cerca de 30 anos com a morena de olhos claros que foi uma das queridinhas de Silvio Santos. Os dois, aliás, trabalharam juntos como jurados no Programa Silvio Santos, no SBT. Recentemente o político trabalhou na RecordTV, nos dois principais programas jornalísticos da casa, o Cidade Alerta e o Balanço Geral, ambos na sucursal do Rio de Janeiro. O político do PRB era deputado estadual em fim de mandato e se preparava para assumir um novo desafio na carreira pública.

Ele iria assumir o posto de deputado federal, para o qual foi eleito com cerca de 66 mil votos, pelo Rio de Janeiro.

Sua esposa, Sônia Lima, mostrou-se muito emocionada durante o velório do marido. Ela apareceu na Alerj, local onde o corpo foi velado, ao lado do filho, Diego Montez, e o enteado, Wagner Montes Filho. Já na oportunidade, ela foi consolada por amigos e parentes que estiveram no local.

Dentre os Famosos que estiveram presentes pôde-se perceber a presença de Neguinho da Beija-Flor (escola do coração de Wagner), Amim Khader, Bianca Rinaldi, Mary Mallandro (ex de Serginho Mallandro), Aguinaldo Timóteo, Elymar Santos, entre outros.

Publicidade

Esposa de Wagner Montes escolhe músicas e discursa em cremação do marido

Já na tarde deste domingo (27), o corpo de Montes foi enviado ao Crematório e Cemitério da Penitência, no Caju, no Rio de Janeiro, em uma cerimônia íntima. A solenidade teve discurso de Sônia Lima e dos filhos, além de chuva de pétalas. A viúva também escolheu algumas músicas que marcaram a vida dos dois para ser tocada no momento da cremação. Dentre elas "Don't Cry for Me Argentina" e "Unchained Melody", tema do filme "Ghost", de 1990.

A viúva ainda fez questão de agradecer o carinho dos fãs, aos quais chamou de "filhos do Wagner".

Ela abraçou um a um, sempre muito emocionada.