Um caso trágico aconteceu nos bastidores da novela "O Sétimo Guardião", de Aguinaldo Silva. A trama, que vive problemas de audiência e nos bastidores depois da separação de José Loreto, agora é alvo de acusação após a morte de um figurante. Joseph Lima, que era conhecido como Joseph Zimmerman, tinha 23 anos e começou a passar mal durante as gravações da trama. O rapaz reclamou de dores nas costas e de falta de ar. O jovem acabou morrendo após o socorro médico e o colega Nani Cardoso, fez um desabafo na internet.

Publicidade

Em uma postagem no Facebook, o colega postou uma imagem de Joseph e revelou que estava nos estúdios e presenciou tudo que aconteceu. Segundo Nani, que fez questão de se mostrar indignado, revelou que após as reclamações, o jovem foi atendido por enfermeiros dos Estúdios Globo, antigo Projac. Sob as reclamações de dores nas costas e falta de ar, o rapaz teria sido medicado com uma injeção para dores musculares. Após a medicação, ele ainda teria voltado às atividades, gravado mais uma cena de figuração de turistas e morrido no próprio local.

Colega de figurante fala em descaso de emissora

Muito indignado com a morte do colega, Nani contou que a Globo não teria dado o atendimento "necessário" a Joseph. "Fizeram o atendimento e foi constatado o falecimento. A minha maior indignação é que toda equipe fez como se nada estivesse acontecido", escreveu na nota publicada no Facebook. Mesmo após a morte do amigo, as gravações de "O Sétimo Guardião" teriam continuado.

O figurante ainda expôs que a sua classe não é tratada como ser humano e sim como um objeto de cena e finalizou desejando os pêsames à família da vítima.

Publicidade

Veja a postagem em que o colega de Joseph acusa a Globo de descaso:

Globo e agência que contratou Joseph se pronunciam

Zimmerman era terceirizado. Ele era contratado da agência Luz e Cor, cuja proprietária é Célia Lima. A mulher se pronunciou, dizendo que o rapaz trabalhou durante a manhã e à tarde e teria passado mal, alegando dores nas costas e falta de ar. Muito chocada, a dona da empresa contou que o figurante estava há cerca de oito meses com sua equipe e que não era do Rio, e sim de Curitiba.

Já a Globo emitiu nota dizendo que lamenta o fato e acompanha a assistência que está sendo dada à família do rapaz pela agência Luz e Cor. "A Globo lamenta profundamente, presta solidariedade e acompanha toda a assistência dada à família de Joseph", contou parte da nota.

O jovem morreu na última quarta-feira (28) e ainda chegou a ser atendido pelo socorro médico, mas não resistiu.