No último dia 27 de fevereiro, o figurante da Rede Globo Joseph Lima dos Santos, de 23 anos, que trabalhava na novela "O Sétimo Guardião", faleceu após passar mal nos estúdios da emissora. O caso repercutiu e agora colegas de trabalho de Joseph declaram que ele foi tratado com descaso pela emissora.

Segundo informações do site Notícias da TV, colegas de trabalho foram ouvidos e estão indignados com a atitude da Rede Globo. Tudo isso gerou grande revolta por parte dos figurantes. Segundo relatos, eles sofrem discriminação e são tratados de maneira "desumana" por toda a equipe da Globo.

Publicidade

Conforme relato de um colega que não quis ter a identidade revelada, a Rede Globo pouco se importou com a morte de Santos. O colega relata que após a morte do figurante, a gravação continuou normalmente "como se tivesse morrido um cachorro", sem darem a menor importância para o caso.

Santos tinha o nome artístico de Zimmerman e uma das cenas gravadas para a Globo vai ao ar nesta próxima terça-feira, 13 de março.

Colegas contam o que aconteceu no dia da morte

Os colegas de trabalho de Santos disseram que o figurante chegou de manhã na Rede Globo e reclamou que estava com dor no peito e suor.

Então, ele foi atendido pela equipe médica da emissora que lhe receitou uma injeção para dor muscular. No entanto, após o almoço, Santos ainda se queixava das dores.

Um colega, em anonimato, disse que ele passou mal no ônibus utilizado nas gravações. Então o rapaz teria desmaiado e morrido no local. Entretanto, as afirmações dos colegas contradizem o que diz a emissora.

A Rede Globo evidenciou que Santos passou mal e teve os primeiros socorros, sendo então levado até o hospital, onde lá teria falecido.

Publicidade

O colega de trabalho revela que a Globo não contou que ele morreu na emissora para "tirar o corpo fora".

Em nota, a Comunicação da Globo reiterou que lamenta profundamente a morte do rapaz e que está prestando toda a solidariedade à família de Joseph.

Os amigos de Joseph afirmaram que apenas a agência Luz e Cor Casting, responsável pelo figurante, é que deu apoio para a família. A agência disse que não irá se manifestar até o laudo do Instituto Médico Legal (IML) sair daqui 60 dias.

Célia Lima, sócia da agência, disse que acompanhou a liberação do corpo e arcou com os custos funerários.

Salário de figurante

Os figurantes trabalham terceirizados e recebem a média de R$ 60 ao dia. Desse valor ainda são descontados 11% de impostos. A emissora contrata as agências e fica livre de qualquer problema trabalhista com os figurantes.