Na tarde deste domingo (17), MC Guimê resolveu se pronunciar em suas redes sociais. O cantor, que foi detido com maconha há três dias, fez uma postagem no Instagram dizendo que só Deus poderia julgá-lo. Na foto da publicação ele aparece de pé, com a mão no queixo e em um corredor. O MC tem recebido diversas críticas após ter sido, mais uma vez, preso por portar substância entorpecente. O funkeiro chegou até a limitar os comentários em sua foto. Na sequência, foi Lexa, sua esposa, quem saiu em sua defesa.

Esposa, Lexa, rebate críticas

A cantora Lexa, esposa de Guimê, não gostou do questionamento de um seguidor em sua página, na mesma rede social. O internauta usou o espaço de comentários de uma foto e resolveu perguntar se a maconha apreendida também seria para ela.

Lexa se insurgiu durante a leitura do comentário e acabou exigindo respeito. Aborrecida, disse ainda que não usa nenhum tipo de droga e insinuou que poderia acionar a justiça contra o rapaz.

"A maconha que o Guimê foi pego era pra você também?", questionou a seguidora. "Cuidado com o que fala", respondeu a cantora.

Segundo a Polícia Militar de São Paulo, dois homens, de 26 e 27 anos, foram detidos por posse de drogas, na última sexta-feira. O rapaz de 26 anos era Guilherme Aparecido Dantas Pinho, o MC Guimê. A dupla prestou depoimento e, após registrar termo circunstanciado (que é um registro utilizado para infrações de menor gravidade), foi liberada no mesmo dia.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Fofocas

Ainda de acordo com a nota da PM, as porções de maconha e o dichavador apreendidos foram encaminhados para a perícia. Além disso, o caso foi encaminhado para o Juizado Especial Criminal.

O cantor cumpriu normalmente sua agenda de shows no final de semana.

Histórico de porte de drogas de MC Guimê

Não é a primeira vez que essa situação acontece com Guimê. O funkeiro já foi detido pelo mesmo motivo em maio de 2016, na cidade de Nova Lima, em Minas Gerais.

A polícia apareceu em seu show, logo após uma denúncia anônima de que haveria drogas em sua van. Na ocasião, o MC confirmou o uso da substância em seu camarim e disse ser um "cara que assume o que faz". A polícia militar havia encontrado 6 cigarros de maconha entre os seus pertences. Segundo Guimê, as drogas seriam para uso próprio e de mais dois membros de sua equipe. Inclusive, durante a ação da PM, Priscila Alves Santos, integrante da equipe do funkeiro, teve voz de prisão decretada por ter cometido desacato contra um policial, chamando-o de "ridículo e otário", além de outras ofensas.

O MC, sua esposa Lexa e os outros membros da equipe foram encaminhados para a delegacia de Polícia Civil de Barreiro. Na época, eles prestaram depoimentos e foram liberados em seguida.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo