A Justiça determinou a prisão do humorista Danilo Gentili nesta quarta-feira (10). A sentença condenou o apresentador em 6 meses e 28 dias de reclusão em regime semiaberto. O crime pela qual Danilo está respondendo é de injúria e foi feito contra a deputada Maria do Rosário (PT).

A juíza Maria Isabel do Prado foi quem deu a sentença do humorista nesta quarta. Apesar de já ter sido sentenciado, Danilo poderá recorrer a determinação ainda em liberdade.

Publicidade
Publicidade

Ao ser sentenciado pelo caso, a defesa de Gentili ainda tentou argumentar que o humorista não teve como intenção ferir a honra da deputada. A juíza Maria Isabel, no entanto, não aceitou o argumento da defesa do apresentador e determinou que ele cumprisse de prisão. A magistrada questionou o pedido da defesa para que não fosse considerado como ofensa o ato de Gentili e foi irredutível a respeito. Ela apontou que ficou clara que a intenção do humorista ao publicar o vídeo foi de fazer chacota e deboche de Maria do Rosário, deixando-a em situação vexatória publicamente.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos

O apresentador foi notificado a respeito de seu ato pela Câmara dos Deputados de que deveria procurar ajuda legal ao não aceitar que o vídeo fosse retirado conforme solicitado. Danilo não procurou nenhum tipo de orientação na Justiça para provar que era seu direito opinar sobre o assunto e que o vídeo deveria permanecer em sua página.

Tanto a assessoria do apresentador quanto a da deputada Maria do Rosário não deram declarações a respeito da sentença que Gentili recebeu nesta quarta-feira.

Publicidade

Vídeo ofensivo

O vídeo que gerou revolta foi publicado por Gentili em 2016 no seu Twitter. Danilo foi notificado pela Justiça em resposta à uma medida tomada por Maria do Rosário após ser vítima de inúmeras ofensas advindas do apresentador. O conteúdo do vídeo se inicia com Danilo rasgando a notificação. Após isso, ele colocou o papel todo rasgado dentro de suas calças e retirou colocando os pedaços dentro de um envelope. Durante o ato, Gentili fez deboches com o que ele acabou de fazer.

O apresentador disse que só irá se calar a respeito da deputada quando tivesse vontade, visto que, segundo Danilo, ele também paga o salário de Maria do Rosário.

O juiz que notificou Danilo na época repudiou o seu ato e classificou como sendo machista e agressivo, tornando-se um ato impensável e que não deveria ter sido feito contra uma parlamentar da forma desrespeitosa que foi feito.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo