A final tão esperada do "Big Brother Brasil 19" teve como vencedora a participante mineira Paula Von Sperling, de 28 anos. Com 61% dos votos, ela faturou o prêmio de R$ 1,5 milhão. O apresentador do reality show, Tiago Leifert, entrou em contato com os participantes da casa pela última vez na noite desta sexta-feira (12) para informar quem foi o grande vencedor do "BBB19".

Os dois participantes finalistas que disputaram o prêmio eram Alan e Paula. Eles se levantaram e se abraçaram enquanto Leifert fazia seu discurso final, onde enfatizou que essa edição do reality foi bem diferente, pois os brothers fizeram um tipo de jogo diferente das anteriores.

Publicidade

O apresentador citou que nesta edição os participantes não falaram o que o público queria ouvir, mas sim o que eles queriam falar. "Foi o BBB do amor", disparou o apresentador.

Tiago Leifert anuncia a grande vencedora do 'BBB19'

Após o discurso, Leifert anunciou: "Paula é a campeã do BBB19 com com 61,09% dos votos. Alan teve 38,91% dos votos." Ao ouvir o resultado, Paula gritou e comemorou muito. O que chamou a atenção do público, foi que antes mesmo do anúncio oficial do apresentador, Alan, colega de confinamento que disputava a vitória com Paula, disse a mineira: "Tu, Paula".

Os dois se abraçaram e o brother beijou a campeã na testa a parabenizando pela vitória.

Ainda abraçados, os dois finalistas correram para a porta da eliminação e, antes de deixar a casa, Paula disse: "Eu tô em estado de choque". A festa da final contou com a presença eletrizante da cantora Ivete Sangalo, que cantou seus sucessos recentes e também relembrou velhos hits.

Paula se envolveu em polêmicas e desavenças no reality

A participação de Paula no Big Brother Brasil 19 rendeu polêmica, quando a sister, que é advogada, questionou a religião de Rodrigo, que também participou do reality, mas foi um dos eliminados da competição.

Publicidade

Na ocasião, Paula disse que tinha medo de Rodrigo por ele manter contato com "esse negócio de Oxum" e que "nosso Deus é maior", completou. O comentário da mineira gerou polêmica e o caso foi parar na Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância, através da instauração de um processo de injúria por preconceito, baseada na intolerância religiosa. O delegado responsável pelo caso, Gilbert Stivanello, já havia informado anteriormente, que quando Paula deixasse a casa do reality, seria intimada a depor, dando sua versão perante o processo onde Rodrigo é vítima do inquérito.

Paula também se envolveu em uma desavença com uma das participantes, Hariany, há apenas um dia da grande final da competição, onde as duas amigas e aliadas na casa, na madrugada da última quinta-feira (11), entraram em desavença e trocaram provocações verbais, até que Hariany acabou empurrando Paula, que se desequilibrou e caiu. O ocorrido foi o suficiente para que a produção do BBB19, desclassificasse Hariany na tarde do mesmo dia.