E a novela “O Sétimo Guardião”, atual trama do horário nobre da Rede Globo, vai chegando às suas últimas emoções sem deixar a ação da trama arrefecer. A explosão que afetou o reservatório de água da cidade de Serro Azul provocou uma falta d’água generalizada na cidade. E teve gente que se aproveitou disso.

Olavo (personagem de Tony Ramos) mandou Eurico (vivido por Dan Stulbach) espalhar a notícia de que Gabriel (encarnado por Bruno Gagliasso) estava mantendo um grande estoque de água em seu casarão, fazendo com que a população entrasse em frenesi e, também, fazendo com que os guardiões ficassem desesperados.

Publicidade

Espírito dá ordem misteriosa

Enquanto isso, a governanta Judith (interpretada por Isabela Garcia) se encontra às raias do desespero, não sabendo como resolver seus problemas. Nesse momento, surge o fantasma de Egídio (interpretado por Antônio Calloni), que, supostamente, teria morrido ao cair da escada.

Judith fica surpresa com a aparição do espírito, mas logo entende a razão. Antes que esta complete seu raciocínio, Egídio a interrompe (recurso pouco usado nas tramas globais), dizendo que o momento pede essa intervenção, e diz para Judith fazer o que precisa ser feito.

Nesse momento, o público ainda não sabe o que, em específico, deve ser feito.

A serviçal, que fica visivelmente nervosa com as ordens recebidas, tenta confirmar se essa é mesmo a vontade do fantasma de Egídio. O falecido se mostra irredutível, e afirma que isso é essencial para a proteção da fonte.

A volta de Egídio vai trazer muitos mistérios para trama, pois a interferência desse “personagem fantasma” (pois ainda não se sabe se Egídio está realmente morto ou não) vai fazer com que a Judith se torne uma das suspeitas de ser o serial killer, que logo entrará em ação na atual novela das 21h. Isso porque ele vai fazer diversos pedidos à ela, fazendo-a agir de forma misteriosa na trama.

Publicidade

Identidade do serial killer

A volta do fantasma do pai de Gabriel também levanta suspeitas. Mesmo estando morto em uma novela de realismo fantástico, cogita-se que um fantasma possa ser o matador. A princípio, seria o fantasma de Milu que voltaria a assombrar Mirtes e levantaria suspeitas sobre sua participação.

Na sequência, Murilo, Eurico e até Olavo serão incluídos no rol de possíveis matadores em série. As especulações agora dão conta que Egídio possa "ter culpa no cartório". No programa de Sônia Abrão, o assunto foi discutido, e a própria apresentadora acredita na possibilidade.

O autor deixou em aberto, e disse que não revelará o autor dos crimes até o final da trama.