No último domingo, dia 31, o rapper norte-americano Nipsey Hussle foi baleado em frente à sua loja de roupas, localizada na parte sul de Los Angeles. De acordo informações fornecidas por meios de comunicação da cidade, o rapper acabou por falecer no hospital. Nipsey Hussle tinha 33 anos e foi um dos indicados ao Grammy de 2019.

Na ocasião em que Nipsey foi morto, duas pessoas também ficaram feridas. De acordo com o Los Angeles Times, que fez uso de duas fontes ligadas à polícia para compor a sua reportagem sobre o caso, o tiroteio ocorreu em frente à Marathon Clothing, loja do rapper.

Publicidade

Investigação apurar a identidade do suspeito de atirar

Em conformidade com as informações fornecidas pelo Los Angeles Times, Hussle foi alvo de diversos disparos e foi encaminhado a um hospital, local onde foi declarado morto.

Informações do Departamento de Polícia de Los Angeles apontam que o tiroteio em questão aconteceu por volta das 15h20 (19h20 no horário de Brasília), nos entornos das avenidas Slauson e Crenshaw Boulevard.

O suspeito de cometer o ataque contra Nipsey Hussle foi descrito por testemunhas oculares como um homem negro.

No presente momento, o Departamento de Polícia de Los Angeles está conduzindo uma investigação para localizar o homem em questão, de acordo com o que foi informado pelos próprios policias através da conta oficial no Twitter.

Nipsey Hussle, pseudônimo de Ermias Asghedom, foi criado no sul de Los Angeles, local onde ocorreu o crime. O rapper costumava ser bastante aberto em relação ao tempo em que esteve envolvido com gangues de ruas locais, no período relativo à sua adolescência. O assunto foi abordado por ele algumas vezes em entrevistas.

Publicidade

Recentemente, Nipsey debutou na indústria fonográfica com o álbum de rap "Victory Lap", que recebeu grande atenção e apreço de crítica e público, chegando a ser indicado para a edição de 2019 do Grammy, a premiação máxima do mundo da música. O disco concorreu ao prêmio de Melhor Álbum de Rap, mas acabou perdendo para "Invasion of Privacy", da rapper Cardi B.

Até o presente momento, embora se especule que o assassinato de Nipsey Hussle esteja conectado às gangues de rua do sul de Los Angeles, nada foi confirmado pela polícia local.

A especulação se deve ao fato de que, por ter crescido na região, Nipsey acabou fazendo bastante pelo seu desenvolvimento, conforme foi relatado por moradores locais, e as gangues não teriam gostado muito das ações do músico nesse sentido.