Grávida de 10 semanas, Tatá Werneck, de 35 anos, acabou de saber o sexo do seu bebê. Agora, Tatá tomou por missão escolher um nome feminino que agrade tanto a ela quanto ao pai, o ator Rafael Vitti, de 23 anos. Missão essa que não será fácil. Visto que Rafael prefere nomes mais tradicionais, e o gosto de Tatá é, digamos, mais criativo.

Tatá mostra todo o seu bom humor quando fala do assunto. Segundo ela, ainda não tem um nome, mas, sim, uma lista deles.

Publicidade
Publicidade

O nome, de acordo com a carioca, não é um simples rótulo, mas também uma mensagem. Por isso, sua lista é uma relação interminável de nomes grandes, que ninguém quer. E Tatá não consegue convencer ninguém de que nenhum é bom para a futura filha. "Não tenho nome ainda, mas uma lista de nomes esquisitos que ninguém quer. Os nomes de que gosto têm que ter uma mensagem", contou a humorista, que ainda fez uma sugestão, como por exemplo 'Clara do Amor e da Felicidade'.

Publicidade

No início, Werneck estava acreditando que o sexo seria masculino, logo o ultrassom morfológico se provou uma grande surpresa. Esse sentimento, porém, já se transformou em uma alegria legítima. Segundo Tatá, que se diz radiante, ela queria muito dar à luz a uma menina, porém, não se sentia à vontade para declarar isso em voz alta. Logo, foi uma ótima surpresa.

Grávida, Tatá Werneck acreditava esperar um menino

E a revelação do sexo foi dada ao público via Instagram, no mesmo dia do ultrassom morfológico.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Fofocas

A legenda relativamente longa da foto dizia que a maior parte das pessoas com quem conversava dizia que ela seria mãe de um menino. E Tatá passou a acreditar no que ouvia. As justificativas eram muitas.

Diziam que ela teria mais facilidade em virtude de seu jeito mais moleque. Também falavam que torciam para que fosse um menino, porque Tatá não teria paciência para cuidar de uma eventual menina (fato da qual ela, hoje em dia, ri, por conta do absurdo que acreditava).

Tatá, inclusive, já amava esse menino antes mesmo de ele estar vivo. Já imaginava como seria seu nome e sua aparência, torcendo para ele puxar o pai. Ainda torce, aliás.

A única pessoa que acreditava que seria uma menina era sua psicóloga. Segundo a profissional, seria uma menina, para que Tatá pudesse evitar que a filha passasse pelos mesmos episódios de machismo que Tatá já vivenciou. E foi ela quem, contra todas as previsões, acertou.

Publicidade

Gravidez de Tatá Werneck muda programa Lady Night

E essa gravidez, apesar de muito desejada, vem cobrando um pouco da apresentadora e comediante. Em virtude de os enjoos estarem um pouco mais intensos que o esperado, ela está trabalhando, a partir de casa, em conjunto à sua equipe do Lady Night. O calendário do talk show, aliás, teve de ser alterado para acomodar essas mudanças. No entanto, foram somente duas semanas de atraso.

Publicidade

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo