O Big Brother Brasil teve sua grande final na última sexta-feira (12), e Paula [VIDEO] acabou levando a melhor, saindo como a grande campeã desta edição do programa. A mineira, que desbancou Alan, comemorou a vitória ao lado da família e dos amigos que lhe aguardavam nos estúdios do programa e logo concedeu uma entrevista à imprensa.

Na ocasião, a advogada acabou tomando ciência sobre os processos judiciais que estariam sendo movidos contra sua pessoa, sob acusação de intolerância religiosa. Enquanto ouvia, a sister demostrou estar perplexa diante dos fatos, mas afirmou que pretende encarar o que vier. O momento foi registrado em vídeo divulgado nas redes sociais.

Publicidade

Informação veio dos jornalistas

Paula foi considerada uma das participantes mais polêmicas dentro do BBB19 e chegou a fazer comentários que foram considerados controversos a respeito da religião de alguns brothers. A mineira também foi apontada por muitos fãs do reality show como racista, devido algumas outras falas durante o confinamento.

A advogada, que ainda não tinha noção sobre o que acontecia aqui fora, acabou sendo surpreendida ao receber a notícia, através da imprensa, que estaria sendo investigada por intolerância religiosa.

Em dado momento, um jornalista chegou a dizer que a Polícia estaria atrás da mineira e que uma notificação judicial poderia ser recebida a qualquer momento.

Diante das declarações, Paula tentou explicar que não tinha muita noção do que falava lá dentro e que falava coisas desnecessárias 24 horas por dia: "Eu não tenho noção do que está acontecendo aqui fora.", afirmou a campeã do BBB19.

Paula fez questão de frisar que sempre tentou ser ela mesma dentro do confinamento e, por isso, não teria pensado em medir as palavras: "Mesmo sendo processada, ganhei R$ 1,5 milhão e vou encarar tudo que tiver por vir.“, afirmou a loira.

Publicidade

O vídeo com o momento em que Paula recebe a notícia foi compartilhado nas redes sociais, e fãs do reality show puderam ver a reação da mineira ao descobrir o processo, que está sendo movido pelos colegas de confinamento Rodrigo e Gabriela.

Paula falou sobre Hariany e grupo 'Gaiola'

Além de falar a respeito de seus comentários dentro do programa, Paula respondeu perguntas a respeito de Hariany, que acabou sendo expulsa acusada de agredi-la.

A mineira esclareceu que pretende ajudar a amiga financeiramente e que iria conversar com a goiana para saber sobre suas necessidades e em que poderia estar prestando apoio financeiro. Paula revelou que Hariany seria sua única amiga, uma vez que não teria amizades fora do programa.

Sobre o grupo "Gaiola", que era oponente da mineira no jogo, a loira contou que os integrantes não quiseram participar da festa oficial de encerramento do programa e que optaram por uma festa paralela apenas entre eles.

Publicidade

Paula ficou assustada ao se dar conta da antipatia que teria conquistado dos colegas de reality e contou que não chegou a ser parabenizada por nenhum deles.