Na última terça-feira (6), Isabel Hickmann falou sobre o seu filho, Francisco, durante entrevista ao canal do YouTube de sua irmã, a apresentadora Ana Hickmman. Na ocasião, Ana relatou que com 21 semanas de gravidez, Isabel descobriu que o bebê tinha uma fissura labial.

Pouco depois da descoberta, a possibilidade que o bebê tivesse algo mais grave já pôde ser descartada. Isabel relatou durante a entrevista que o momento dessa descoberta lhe proporcionou tranquilidade, uma vez que a criança teria a saúde perfeita.

De acordo com ela, esse fato foi algo que a manteve mais calma, uma vez que quando o lábio leporino foi descoberto, o momento foi de bastante tensão e medo.

Isabel também relatou se sentir culpada pela condição do filho, uma vez que o surgimento da fissura em questão pode ser decorrente de coisas como o ambiente em que a mãe vive ou mesmo consequência do tabagismo. De acordo com ela, diversas possibilidades passaram pela sua cabeça naquele momento. "Meu maior medo é que ele sofra", diz Isabel em vídeo publicado no YouTube.

Novo especialista

Após tomar conhecimento da condição de Francisco, Isabel optou por procurar um especialista. Entretanto, essa consulta acabou por não ajudá-la. Conforme foi discutido durante a entrevista, o fetologista em questão acabou por deixá-la com mais medo ainda da situação, uma vez que o médico afirmou que Francisco não seria capaz de mamar no peito. O uso de mamadeira, por sua vez, dependeria de sorte, e Isabel deveria se preparar para alimentar o pequeno com a ajuda de um conta-gotas.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos Curiosidades

Entretanto, nada disso se tornou realidade. Durante a própria entrevista para o canal de sua irmã, Isabel deu de mamar a Francisco e provou que o fetologista estava equivocado em suas afirmações. O bebê precisará passar por algumas cirurgias com o objetivo de corrigir a má-formação. A primeira delas deve acontecer em apenas dois meses, e Isabel fez questão de declarar que as cirurgias serão realizadas visando apenas a saúde da criança, uma vez que ela considera o seu filho lindo exatamente como ele é.

Por fim, ela ainda relatou que alguns médicos optam por realizar a primeira cirurgia para a correção da fissura ainda no dia do nascimento do bebê. No entanto, o responsável pelo acompanhamento de Francisco prefere que elas sejam feitas seis meses após o nascimento, por questões de formação, uma vez que a fenda do lábio leporino pode sofrer alterações.

Isabel também relatou ter medo que o filho sofra durante os procedimentos e reafirmou que o considera bonito dessa maneira, de modo que, caso os procedimentos não fossem necessários, ela optaria por não realizá-los.

O lábio leporino, porém, pode afetar a qualidade de vida de Francisco futuramente e, dessa forma, serão realizados quatro procedimentos cirúrgicos visando a sua correção. O número de cirurgias pode vir a aumentar, de acordo com Isabel, mas isso só se tornará mais claro ao longo da vida do bebê.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo