O penúltimo capítulo de "O Sétimo Guardião" vai ao ar nesta quinta-feira (16), após o "Jornal Nacional", e promete responder a um dos mistérios da novela: quem é o serial killer que matou os cinco guardiães?

A cada guardião morto, um bilhete era deixado em contagem regressiva avisando quantos guardiães faltavam para serem assassinados. O primeiro foi o delegado Peçanha, seguido de Feliciano, Milu, Ondina e Aranha. Restaram apenas Gabriel e o Padre Ramiro.

Publicidade
Publicidade

Na cena que será exibida esta noite, o Padre Ramiro, que está hospedado no casarão justamente para evitar ser o próximo guardião a ser assassinado, vai pedir um chá a Judith. A governanta vai preparar a bebida e levará para o padre. Mas, antes de chegar até ele, ela será interrompida por Gabriel que, já desconfiado, vai dizer que vai beber o chá. Gabriel pega a xícara e quando estiver prestes a levar a xícara à boca, Judith vai pedir para ele não fazer isso.

Judith confessa ser a assassina dos guardiães. (Divulgação/TV Globo)
Judith confessa ser a assassina dos guardiães. (Divulgação/TV Globo)

Judith pede desculpas por ter falhado

Surpreendendo Gabriel, Judith vai dar um tapa na xícara e a jogará longe. O guardião-mor vai perguntar a Judith o que está acontecendo com ela e diz que está difícil aguentar os seus ataques. Para espanto de todos, Valentina vai se oferecer para limpar o chá derramado no chão e fará isso usando sua echarpe. Na cozinha, sabendo que está prestes de ser desmascarada, Judith vai dizer: "eu falhei, seu Egídio. Eu reconheço isso... E estou pronta para aceitar meu castigo".

Publicidade

Judith assume ter matado os guardiães

No dia seguinte, Gabriel vai perguntar a Judith por que ela não preparou outro chá. Nesse momento, a governanta acaba confessando que tomou o chá que era para Gabriel, seguindo ordem de Egídio, assim como ele mandou matar todos os guardiães.

Gabriel fica surpreso e pergunta se ela matou os cinco guardiães. Judith explica que o plano de Egídio era matar todos os sete. "Eu fracassei... E fui punida por isso", ela responde.

Gabriel ainda pergunta se Egídio mandou matar os guardiães e a governanta responde que eles tinham que ser mortos, porque não conseguiram guardar o segredo da fonte quando o casarão foi invadido.

No meio das revelações, todos ouvem Eurico gritando do lado de fora do casarão que Olavo está lá para invadir o casarão e furar um buraco na gruta até alcançar a água. Valentina, Gabriel e Murilo vão verificar o que está acontecendo, enquanto Judith começa a tossir e pede, a muito custo, para protegerem a água.

Publicidade

A cena em que Judith recebe uma mensagem de Egídio no dia da invasão ao casarão dava indícios de que ela era a assassina. O espírito do antigo guardião-mor disse para a governanta fazer o que tinha que ser feito. Depois disso, os guardiães começaram a ser assassinados.

O último capítulo de "O Sétimo Guardião" vai ao ar nesta sexta-feira, 17.

Leia tudo e assista ao vídeo