Neymar Jr. está sendo acusado de estupro por uma mulher que teria viajado até Paris para encontrá-lo, onde teria sido abusada sexualmente. A suposta vítima, que não teve a identidade revelada, registrou um boletim de ocorrência contra o atleta na última sexta-feira (31), em São Paulo, e relatou o que teria acontecido no último dia 15 de maio.

Segundo o site UOL Esportes, imagens e documentos que comprovariam que o jogador agiu de forma "agressiva" ou "alterada" também estariam em poder da Polícia e teriam sido entregues em uma espécie de "dossiê" pela mulher que fez as acusações.

Neymar se defendeu em vídeo

Após ser acusado de estupro, Neymar resolveu se pronunciar no último final de semana e veio à público através de seu Instagram falar sobre o caso. O jogador negou que tenha abusado sexualmente da mulher com quem encontrou em Paris e ainda exibiu conversas de aplicativo de mensagens em que mostraria que o encontro teria sido de maneira consensual.

Neymar falou sobre o descontentamento de se ver envolvido em uma acusação tão séria e lamentou que sua família tenha que passar por esse tipo de situação, dando início aos prints do bate papo com a mulher que agora o acusa de abuso.

A tela do celular do jogador foi exibida e os internautas puderam ver toda a conversa que rolou antes do encontro e também após os dois terem tido o contato íntimo. O vídeo publicado pelo camisa 10 da seleção brasileira foi apagado na manhã desta segunda-feira (3).

Após expor todo conteúdo e exibir fotos em que a suposta vítima aparece despida, Neymar ainda será investigado por vazamento de fotos íntimas e o caso será apurado pela Delegacia de Repressão de Crimes de Informática.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia Neymar

No domingo (2), a 110ª DP, de Teresópolis, enviou policiais à Granja Comary para colher informações junto ao atleta. Os policiais foram recebidos pelo chefe de segurança e pelo administrador da Granja e receberam a informação que o jogador não estava no CT e só se reapresentaria mais tarde. Neymar chegou durante a tarde e treinou normalmente com a seleção.

Possíveis provas contra Neymar

Mesmo tentando provar sua inocência, novas possíveis provas contra Neymar já estariam em poder da Polícia Civil de São Paulo, conforme relatou o UOL Esporte, afirmando que fontes tiveram acesso a algumas imagens que mostrariam o craque agindo de maneira "agressiva" antes do suposto estupro.

De acordo com a autora da acusação, Neymar a encontrou visivelmente alterado no último dia 15 de maio em um hotel de Paris e teria mantido relações sexuais sem seu consentimento.

A mulher, brasileira, deu alguns detalhes de sua ida à França e contou que todas as despesas teriam sido pagas por um assessor de Neymar, que cuidou de toda a logística e deixou um hotel reservado em seu nome. Segundo a suposta vítima, sua estadia em Paris teria durado dois dias, quando retornou ao Brasil e procurou a delegacia para registrar o boletim de ocorrência.

Além das imagens que provariam a suposta agressividade de Neymar, outros documentos entregues pela acusação já se encontram em poder da polícia, conforme noticiou o site da UOL.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo