A jornalista Izabella Camargo, que foi demitida da Globo no final do ano passado, poderá voltar à emissora após uma decisão da Justiça. Nesta quinta-feira (4), a Justiça determinou que o canal carioca recontrate a apresentadora. As informações são da colunista Fábia de Oliveira, do jornal O Dia. A Globo recebeu a notificação na sua própria sede em São Paulo, entretanto, não houve nenhum pronunciamento do canal até o momento desta matéria.

Para o juiz do trabalho José Aguiar Linhares Lima Neto, da 24ª Vara do Trabalho, a OMS (Organização Mundial de Saúde) considera a doença da apresentadora relacionada ao desgastante pelo trabalho. Em síntese, o canal não poderia demitir Izabella. O juiz também afirmou que ela não poderá trabalhar no período da madrugada, para que não seja mais prejudicada.

Izabella foi demitida após voltar de uma licença médica onde tratava a doença chamada de síndrome de Burnout, que é um estado de estresse muito elevado em decorrência de pressões no trabalho.

Vale ressaltar que a apresentadora trabalhava por várias vezes de madrugada para cobrir jornais matinais com notícias sobre a previsão do tempo.

Inconformada com sua rescisão de contrato, Izabella Camargo chegou a criticar a emissora carioca no começo deste ano. Ela não concordava com a demissão repentina, ainda mais após voltar de uma licença médica. Muitos colegas de trabalho da jornalista também se surpreenderam com a demissão dela.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos Televisão

Manifestação da Globo

Embora a emissora não tivesse comentado sobre a determinação da Justiça, a Globo sempre foi enfática em dizer que a demissão de Izabella não tinha a ver com o estado de saúde dela. Porém, a jornalista acredita que a sua dispensa seria por esse motivo.

Novo trabalho

Após ser demitida da Globo, Izabella conseguiu um novo trabalho. Ela passou a integrar a equipe de comunicação do Ministério da Ciência e Tecnologia do governo Jair Bolsonaro.

Contudo, ela acabou tendo que deixar o cargo por conta de sua doença.

Em uma declaração ao programa "Eva na Pan", no dia 26 de abril, a jornalista disse que deixou a assessoria do Ministério de Marcos Pontes, porque precisava ajudar pessoas que também estavam com o mesmo problema dela. Segundo Izabella, o seu caso se tornou público e as pessoas queriam saber sobre tratamentos e como lidar com isso.

Sobre seus trabalhos no Ministério, ela disse que amou estar lá e afirmou ter realizado coisas incríveis que em nenhuma emissora conseguiria fazer. No entanto, ela admitiu que chegou o momento de buscar outras coisas, até por conta de sua saúde. Em suma, ela optou pela sua exoneração do cargo de assessora.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo