Morreu nesta sexta-feira (12) o cantor sertanejo Zazá, aos 67 anos, vitimado por um câncer no pâncreas. Ele fez dupla com Zezé Di Camargo, antes deste cantar com o irmão Luciano, entre o final da década de 80 e início dos anos 90. Ele estava internado em um hospital de Ipameri, região sudeste de Goiás, onde morava.

De acordo com Lázaro Batista Silva, um dos oito irmãos vivos de Zazá, o cantor havia descoberto a doença há dois anos e desde então vinha fazendo tratamento.

Ainda segundo este parente, no ano passado o estado de saúde do cantor melhorou, mas ele teve uma recaída e acabou não resistindo.

Por meio de sua assessoria de imprensa, Zezé Di Camargo lamentou a morte do ex-parceiro e prestou condolências aos seus familiares. "Ele (Zezé di Camargo) deseja sentimentos para a família e que Deus o tenha em sua santa paz", dizia um trecho do comunicado.

O cantor era divorciado e deixou dois filhos. O enterro ocorreu neste sábado (13), no cemitério municipal.

Dupla com Zezé

Areovaldo Batista da Silva, nome de batismo de Zazá, foi o terceiro cantor a fazer dupla com Zezé, que mais tarde também adotaria o sobrenome ao seu nome artístico. O primeiro disco da dupla, intitulado "Caminho do Além", foi lançado em 1980. Posteriormente, eles lançaram outros dois discos até a dupla ser desfeita.

A história da dupla ficou conhecida no longa-metragem "Dois Filhos de Francisco", lançado em 2010.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Música

Antes de cantar com Zazá, Zezé havia feito parceira com o irmão Emival e se apresentavam com o nome de Camargo e Camarguinho. A dupla acabou após a morte de Emival em um acidente de carro. Posteriormente ele ainda vez dupla com Neilton, que morreu em 2017, também vitimado por um câncer.

Após o fim da parceria, Zazá chegou a gravar alguns discos solos. Ainda nos anos 80, ele chegou a se candidatar a vereador de Ipameri, sua cidade-natal, mas após o insucesso nas urnas, decidiu se dedicar apenas à carreira artística.

Briga judicial

Na época do lançamento do filme "Dois Filhos de Francisco", Zazá moveu uma ação judicial. Ele alegava que o longa contava a história da dupla de forma equivocada e pediu uma indenização de R$ 5,5 milhões e que isso havia prejudicado sua carreira. Cinco anos antes, ele também moveu uma ação contra Zilu, na época ainda casada com Zezé, alegando que ela havia prejudicado sua carreira por ter dito que ele havia morrido.

Em 2017, o programa "Domingo Show", da Record TV, exibiu uma reportagem a qual Zazá dizia estar passando por problemas financeiros e dependendo da ajuda de amigos. Após a exibição do material, Zezé rebateu e disse que jamais deixaria de ajudar uma pessoa que lhe fez tão bem como a reportagem havia dando a entender.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo