O capítulo de segunda-feira (23) do folhetim "A Que Não Podia Amar" foi movimentado e pegou de surpresa os telespectadores com a morte de David, personagem de Jorge Aravena.

Tudo ocorreu após David subornar Elias (Fabián Robles) para entrar na Fazenda do Forte e ir atrás de Ana Paula (Ana Brenda Contreras) e revelar que foi Rogério (Jorge Salinas) que armou a falsa acusação de roubo contra o irmão de Ana Paula, Miguel (Osvaldo Benavides). No entanto, a enfermeira não acreditou no empresário e então o expulsou de sua terra. A atitude incomodou Bruno (Julian Gil), que acabou mandando seu capanga dar fim na vida de David.

Segundo o site Observatório da Televisão, esta cena da morte de David não estava no roteiro da novela escrita por Ximena Suárez. Aconteceu, porém, que Jorge Aravena não estava satisfeito com o destino do personagem e pediu para sair do elenco de "A Que Não Podia Amar". Em 2011, quando a novela foi gravada, a imprensa mexicana especulou que o ator poderia ter se desentendido com o produtor da trama, José Alberto Castro.

Contudo, o intérprete do personagem, veio a público negar os boatos e fez questão de afirmar que a saída do personagem foi por decisão própria. Ele disse que sentiu que David ficou sem função na história e que sua participação tornou-se meramente de um figurante de luxo, por isso optou por desligar-se da produção.

No entanto, Jorge e o produtor José Alberto Castro jamais voltaram a trabalhar juntos em outra novela.

Ator foi barrado de fazer novas novelas na Televisa

De acordo com o Observatório da Televisão, o ator Jorge Aravena, que esteve no elenco de "A Que Não Podia Amar", reclamou do veto que está sofrendo da Televisa.

Em entrevista à revista People En Español, o ator disse que alguém com muito poder o vetou dentro da rede mexicana e que não pode dar nomes, até saber de quem poderia se tratar.

E sem papas na língua, continuou dizendo que gostaria de saber de quem seria a ordem e que essa pessoa dissesse em sua cara, porque aí sim daria motivos para vetá-lo alguns anos a mais.

Ele ficou mais conhecido no Brasil por protagonizar a novela "Querida Inimiga", exibida em 2017 pelo SBT, onde buscava ganhar o amor da mocinha da trama, Lorena (Ana Layevska) e o disputava com Alonso (Gabriel Soto), porém, ele acabou roubando a cena da trama.

Outra novela foi "Meu Coração é Teu", apresentada aqui em 2015, onde deu vida ao médico Ângelo que era apaixonado pela babá Ana (Silvia Navarro). Mais recente, no Brasil pudemos vê-lo em "Um Caminho Para o Destino", de 2016, onde interpretou Pedro, pai da protagonista Luísa Fernanda (Paulina Goto). O último papel dele em Novelas da Televisa foi "El Vuelo de la Victoria", em 2017, que trabalhou novamente com Paulina Goto.

Siga a página Novelas
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!