O sertanejo Eduardo Costa recentemente concedeu uma entrevista exclusiva ao colunista Leo Dias, do UOL. Durante a sua conversa com o jornalista, o cantor revelou pontos curiosos da sua vida. Nesse sentido, Eduardo relatou que sofreu um grande prejuízo financeiro após declarar o seu apoio a Jair Bolsonaro nas eleições de 2018.

Entretanto, as maiores revelações do sertanejo ficam a cargo de sua vida pessoal.

Falando sobre a sua fama de “pegador”, o cantor contou a Leo Dias que chegou a trair Hellen Ganzarolli e foi pego por ela no flagra. Além disso, Eduardo Costa também afirmou ao jornalista que, ainda no início da sua carreira, costumava sair com muitas mulheres diferentes. "Fui obcecado por sexo”, revelou.

As histórias relacionadas a essa obsessão por parte de Eduardo são, no mínimo, surpreendentes.

Nesse sentido, é possível destacar que o cantor declarou que quando ainda tinha menos de 25 anos, o sexo era a sua obsessão. Para ele, a maneira como encarava o ato não pode ser considerada como normal, mas antes como um vício.

De encontro a isso, Eduardo Costa ressaltou que não queria apenas com uma única pessoa. Para ele, a quantidade de pessoas com as quais ia para a cama era algo importante. Além disso, o cantor declarou que não passava um dia sem que ele fizesse sexo com alguém e que, na época, era uma necessidade para ele.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos

Dez mulheres em uma noite

Reforçando esse caráter de necessidade básica, o sertanejo declarou que chegou a levar 10 mulheres para um hotel. Para ele, essa prática era comum depois de shows. As mulheres eram encaminhadas para o hotel, cada uma ficava hospedada em um determinado quarto e Eduardo dedicava as suas noites a fazer pequenas visitas a cada um dos quartos.

Quando questionado por Leo Dias acerca do seu gosto por essa prática, Eduardo afirmou que gostava bastante do que fazia e que não considerava a prática como feia.

Entretanto, a sua visão de seus atos foi modificada por alguns fatores, como a idade (atualmente, o cantor tem 39 anos) e o fato de que acabou se tornando pai. Assim, atualmente, Eduardo afirma que considera essa prática horrorosa.

As motivações de Eduardo Costa para colocar um fim a essas atitudes vieram de uma ocasião em que ele se sentiu muito mal com o que havia feito. Nesse sentido, o sertanejo declarou a Leo Dias que se arrepende de tudo e começou a perceber que a sua vida espiritual estava decaindo, assim como a sua energia.

Embora seja visto por aí como um mulherengo, Eduardo declara que as coisas não são exatamente dessa maneira. Durante a entrevista concedida a Dias, o cantor afirmou que quando começa a namorar, o seu principal objetivo é ser um amigo para a sua namorada. Isso acontece uma vez que ele deseja construir um relacionamento pautado no respeito.

Ainda sobre os seus namoros, Eduardo Costa destacou que não namoraria mulheres que possuíssem um mau comportamento e que atualmente não seria capaz de trair novamente.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo