Os próximos capítulos de "A Dona do Pedaço", novela exibida na faixa das 21h pela Rede Globo e escrita por Walcyr Carrasco, prometem "pegar fogo". Isso porque Maria da Paz (Juliana Paes) se verá em meio a um desespero e, precisando de ajuda, chamará Amadeu (Marcos Palmeira) para tirá-la dessa enrascada.

Após conseguir, enfim, se reestabelecer e abrir uma nova confeitaria, Maria da Paz verá esses dias de sol nublarem completamente. Isso porque a ex-noviça Fabiana (Nathalia Dill), e atual dona da fábrica Bolos da Paz, fará de tudo para impedir o crescimento da boleira, já que a megera notou uma queda em seu lucro desde que a mocinha retomou seu negócio na Bixiga.

Para isso, Fabiana protagonizará diversas armações para cima da boleira, como roubar receitas de bolos novos, provocar a traição de pessoas próximas de Maria e a derradeira denúncia às pessoas para as quais Maria da Paz ainda deve dinheiro de dívidas do passado com a fábrica de bolos.

Credores ameaçam tirar confeitaria

Temendo perder a confeitaria, Maria da Paz marcará uma reunião junto dos credores para os quais ainda deve. Desesperada e sob ameaça, a boleira pedirá que Amadeu vá à reunião como sua companhia. Além de compreender melhor o funcionamento da Justiça quanto a isso, vale lembrar que o advogado possui uma ótima capacidade argumentativa.

Na reunião, o que a boleira mais temia acontece: seus credores irão ameaçar tirar dela sua confeitaria, ruindo assim novamente seu sonho de se restabelecer.

Amadeu irá intervir, e, calmamente, explicará toda a situação aos credores, que lhe ouvirão atentamente.

Na oportunidade, Amadeu explicará que a nova confeitaria é atualmente a única fonte de renda de Maria da Paz, e, por esse motivo, caso ela seja fechada, os credores jamais receberão o valor em débito.

"Não rende para pagar a dívida", explicará o advogado, mencionando a pequena confeitaria.

Negociação dura

Os credores, entretanto, farão jogo duro, mas prometem deixar a confeitaria aberta e rendendo, com a condição de que a boleira pague o valor em débito. Maria da Paz concordará, mas antes ouvirá um dos credores solicitar que ela reconheça o valor da dívida com juros.

Amadeu imediatamente intercederá, orientará que Maria da Paz não aceite a condição e pedirá que o valor da dívida seja reduzido em 30%. Sob justificativa, Amadeu afirma que a boleira pode muito bem abrir uma nova confeitaria no nome da mãe ao ver a nova fechar, e os credores jamais receberão um centavo.

O credor cede e concorda com o desconto de 30% do valor, contanto que seja quitado em 90 dias. Amadeu e Maria da Paz concordam, mas a boleira ficará receosa quanto ao curto tempo para quitar o valor.

Segundo o site Observatório da Televisão, as cenas devem ir ao ar no episódio do próximo dia 9 de outubro.

Siga a página Novelas
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!