A Rede Globo teve uma segunda-feira (30) bem agitada, com diversas estreias. Dentre elas, a estreia de Maju Coutinho na bancada do "Jornal Hoje". Maria Júlia Coutinho (Maju Coutinho) estreou no "Jornal Hoje" após 16 anos de Sandra Annenberg à frente to telejornal. A nova apresentadora inovou, deixando de lado a tradicional bancada e interagindo com os repórteres e público.

Maju tornou-se conhecida apresentando o "RJ1" (Rio de Janeiro), depois foi apresentar a previsão do tempo no "Jornal Nacional". As redes sociais vibraram com a estreia de Maju Coutinho, uma grande aposta da emissora.

Nova atração nas tardes da Globo

O trio de apresentadores Fernanda Gentil, Fabiana Karla e Érico Brás estrearam o programa vespertino "Se Joga", nessa segunda-feira (30), logo após o "Jornal Hoje".

A atração foi ao ar no mesmo horário do "Vídeo Show", programa global que ficou quase 40 anos na grade de programação. Esse é outro grande desafio, substituir um programa desses sem que não haja comparações é algo quase impossível.

A atração ao vivo interagiu com Maju Coutinho, que respondeu a um quiz sobre TV, saindo-se muito bem.

A convidada de honra da primeira edição foi a Paolla de Oliveira, que interpreta Vivi Guedes na novela "A Dona do Pedaço". A atriz comentou se curtia ou não alguns temas que eram apresentados no telão, que em seguida virou um "arquivo confidencial" em que amigos e parentes mandaram recado à atriz. Quando sua avó apareceu no monitor, Paolla não conteve as lágrimas e chorou.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Televisão Ana Maria Braga

"A gente pega uma criatura dessa que tem 82 anos. Agora tem uma neta que trabalha na Televisão. Essa coisinha manda esse áudio, você não sabe o que é", disse Paolla, emocionada.

Em seguida, os apresentadores convidaram ao palco o humorista Paulo Vieira, que começou a apresentar o quadro "Isso é Muito a Minha Vida", onde ironizou algumas atitudes de pobres. Posteriormente foi chamado participantes de plateia que foram feitas perguntas sobre valores, passeios culturais, culinária, dentre outras.

'Éramos Seis' estreia na telinha da 'plim plim'

No período da noite foi a vez da estreia de "Éramos Seis", novela baseada na obra de Sílvio Abreu e Rubens Ewald Filho, livremente inspirada na obra Maria José Drupé.

O remake, escrito por Ângela Chaves e com direção artística de Carlos Araújo, é uma novela atemporal e subdividida em três estágios. O primeiro momento, em que a novela está agora, retrata o período que vai de 1920 até 1930, em que Lola (Gloria Pires) mantém a unidade familiar em meio às dificuldades.

A 2ª fase se passará na década de 1930 e a 3ª fase na década de 1940.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo