O jornalista Sérgio Chapelin se aposentou na última sexta-feira (27) e se despediu do programa "Globo Repórter". No entanto, um clima pesado está envolvendo a emissora carioca, segundo informou o site Notícias da TV, do colunista Daniel Castro. O profissional se recusou a receber uma homenagem que fariam a ele no programa de Pedro Bial. Nessa homenagem, estariam presentes junto com ele seu parceiro de trabalho de longa data Cid Moreira e o jornalista William Bonner, que foi o sucessor de Chapelin no "Jornal Nacional" e não teria muito a simpatia do veterano da Globo, segundo informações também dos bastidores.

O "não" do profissional, entretanto, deixou muitos funcionários da emissora intrigados.

Segundo a matéria, a Rede Globo confirmou que faria uma cerimônia de homenagem ao jornalista. Contudo, Chapelin se mostrou "avesso a entrevistas". O evento do canal carioca também celebraria 50 anos do "Jornal Nacional".

Chapelin teria relatado a uma pessoa próxima dele que não concordava muito em ir ao programa de Bial, pois teria que ir também depois ao de Fátima Bernardes, ao "Domingão do Faustão" e outras atrações onde ele possuía vários amigos. A vontade dele, de acordo com essa pessoa, era uma homenagem no próprio "Jornal Nacional", ao lado de Cid Moreira, onde ele daria o último "boa noite" para o público.

William Bonner

Conforme noticiou o site Notícias da TV, corre nos bastidores da emissora que o jornalista também não teria muita simpatia por William Bonner. Tudo aconteceu quando, 1996, a Globo decidiu colocar no lugar de Cid e Chapelin os jornalistas Bonner e Lilian Witte Fibe, que, no caso, eram jornalistas e estavam envolvidos na produção do noticiário.

Segundo Daniel Castro, isso foi uma injustiça com Chapelin, que era sim um jornalista completo, e não apenas um leitor de notícias.

Outro ponto que se fala na Globo é que Sérgio Chapelin teria ficado irritado ao ver Bonner imitando Cid Moreira nos corredores da emissora. Para o profissional de 78 anos, esse era um ato desrespeitoso com o colega de trabalho.

Futuro

Ao se aposentar, Chapelin falou que agora era o momento de dar uma relaxada e viver uma liberdade plena. Ele citou que possui uma chácara e quer curtir mais o local junto com vários bichos que tem por lá. Uma das pretensões do jornalista é também viajar um pouco e curtir a vida, porém, nada de trabalhos, apenas passeios.

O jornalista começou na Globo em 1972 no "Jornal Hoje", em seguida, no mesmo ano, foi para o "Jornal Nacional", junto com Cid Moreira. A partir de 1996, ele começou a comandar o "Globo Repórter". No lugar dele, ficarão as apresentadoras Sandra Annemberg e Glória Maria.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Siga a página Cinema
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!