O ator Chirs Tavarez, que interpretou Darien no seriado juvenil "Agente K.C.", no Disney Channel, foi preso e está sob investigação por suspeita de violência doméstica.

Segundo informações do site TMZ, Chris Tavarez e sua namorada estavam juntos em uma casa em Hollywood, na Califórnia.

Ainda de acordo com o TMZ, o ator e sua namorada iniciaram uma discussão que teria evoluído para uma agressão física.

O intérprete de Darien em "Agente K.C." teria empurrado a namorada com força e ela bateu a cabeça e sofreu uma concussão.

Segundo a polícia, quando os agentes chegaram à residência, Tavarez não estava mais no local.

Os policiais que atenderam a ocorrência alegaram que a namorada do ator tinha marcas de agressão por todo o corpo e que ela negou atendimento médico no primeiro momento.

O site TMZ disse ainda que a namorada de Tavarez só foi ao hospital um dia após as agressões, e os médicos constataram a concussão.

Dois dias depois, a polícia conseguiu prender o ator, mas ele foi liberado após pagar U$ 100 mil (cerca de R$ 400 mil). Ele irá ficar em liberdade até a conclusão das investigações.

Chris não foi o único ator a ser acusado de violência

Infelizmente, o crime de violência doméstica é muito comum em todos os cantos do mundo, até mesmo entre figuras públicas.

Ainda este ano, o ator Ricky Schroder, de "24 Horas", também foi detido após suspeita de cometer violência doméstica.

Também de acordo com o TMZ, Schroder teria desferido um soco contra a companheira.

A polícia foi chamada e averiguou o caso, confirmando as marcas de agressão na namorada do ator. Em seguida Rickey foi preso.

Schroder pagou uma fiança no valor de US$ 50 mil. Um mês antes, a mesma namorada acusou o ator de "24 Horas" de violência doméstica E ele pagou uma fiança de também US$ 50 mil e foi liberado.

Ricky Schroder, de 49 anos, é conhecido por dar vida ao personagem Mike Doyle de "24 Horas". Ele também ficou famoso por sua participação no filme "O Campeão", de 1979.

A cada 2 minutos uma mulher sofre violência

Os números da violência doméstica no Brasil são alarmantes. A cada 2 minutos uma mulher é agredida pelo companheiro, e por dia, no país, 180 mulheres sofrem com abuso sexual.

Muitos casos viralizam na internet após aparecer nos jornais, principalmente quando se trata de crianças. Mas a grande maioria das agressões físicas e sexuais não chega ao conhecimento público, mesmo quando são crianças.

Segundo uma promotora, as mulheres sofrem a maior parte das agressões tanto físicas quanto sexuais, dentro de casa, vindas do pai, do companheiro e outros parentes próximos.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Fofocas
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!