Neste último domingo (3), uma mulher de 38 anos foi presa em flagrante durante a madrugada por suspeita de ter furtado ao menos um relógio de luxo do chef Erick Jacquin. O crime foi descoberto após a esposa do chef, Rosângela Menezes Jacquin, receber na noite do último sábado (2) uma foto de uma mulher que estaria fingindo ser babá para conseguir roubar residências de um bairro nobre da cidade de São Paulo.

Segundo foi informado pela Polícia, sete vítimas até o momento já fizeram o reconhecimento da suspeita. Eles alegaram que a mulher também teria utilizado medicamentos calmantes para dopar as crianças que cuidava.

Ao receber a foto, Rosângela enviou para Jacquin. A mulher que aparecia nas imagens coincidia com a que trabalhava para o casal, cuidando de seus dois filhos que nasceram em dezembro de 2018.

O relógio que foi roubado pela mulher, um Frédérique Constant, está avaliado em R$ 20 mil, segundo foi informado pelo chef.

No momento em que o chef recebeu a mensagem de sua mulher com a imagem a respeito da babá de seus filhos, ele estava participando de um jantar com amigos. Entre os convidados do jantar estava o delegado Roberto Monteiro Junior, da 1ª Seccional Centro. Jacquin comentou sobre ocorrido e disse que o relógio roubado se tratava apenas de um bem material, mas que os filhos que eram cuidados pela babá era o bem mais valioso que ele tinha em sua vida.

O chef ainda contou que o relógio que foi levado pela babá havia sido um presente dado a ele pela esposa logo após o nascimento dos filhos.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos Polícia

Outros crimes cometidos pela babá

Assim que Jacquin avisou ao delegado que estava com ele no jantar, o mesmo acionou uma equipe de investigação para lidar com o caso. Eles entraram em contato com a babá, que alegou que não havia pegado nada na casa de Jacquin, porém, foi descoberto que ela utilizou o cartão de crédito de Rosângela para poder comprar passagens áreas para dois amigos do Nordeste, com destino a SP.

Monteiro ainda alegou que foi encontrado no celular da mulher diversas fotos da casa de Jacquin, além de uma nota de 500 euros e também a foto de um relógio na mão dela.

Durante o depoimento prestado para a polícia, a babá acabou revelando para quem e por quanto havia vendido o relógio que foi roubado do chef. O delegado declarou que o relógio foi entregue por ela para o comprador em uma loja no centro de São Paulo.

O receptador inclusive tem condenação por homicídio e também passagens na polícia por crimes como furto e receptação.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo