Gloria Maria, que passou por uma cirurgia no cérebro na última segunda-feira (12), falou pela primeira vez sobre o momento delicado em que viveu. Em entrevista ao portal Glamurama, a apresentadora da Rede Globo contou que esteve "no olho do furacão" desde que passou mal em casa e bateu com a cabeça. O tumor foi descoberto após exames médicos e a artista precisou ser operada com urgência.

A descoberta da lesão no cérebro

Bastante ativa e exemplo de uma vida saudável, Gloria Maria pegou muita gente de surpresa ao ser internada no hospital CopaStar, na zona sul do Rio de Janeiro, e precisar se submeter a uma cirurgia cerebral.

Tudo aconteceu após a apresentadora bater com a cabeça durante uma queda e precisar ser medicada. Hospitalizada, a global tratou do ferimento e passou por exames mais profundos, que acabaram detectando o tumor.

Segundo o jornalista Leo Dias, Gloria Maria até tentou esconder seu real estado de Saúde, alegando que esteve no hospital apenas por conta da queda que ocorreu em sua residência. Porém, após o anúncio na imprensa de que a apresentadora precisaria passar por cirurgia no cérebro, o CopaStar acabou emitindo uma nota confirmando a real situação de Gloria.

O comunicado informou sobre o mal-estar que a jornalista teria sentido em casa e os exames de ressonância magnética aos quais teria sido submetida. Confirmando a lesão expansiva cerebral, a unidade de saúde disse que Gloria havia sido operada e que o tumor teria sido totalmente removido. "Ela passa bem", finalizou a nota emitida pelo hospital.

Previsão de alta

Ainda no CTI e com previsão de alta para esta quinta-feira (14), Gloria Maria segue se recuperando e já teria conversado com amigos próximos, conforme noticiou o site Purepeople.

Ao Glamurama, a jornalista abriu o jogo ao comentar o que teria vivido. “Estive no olho do furacão, num terremoto”, desabafou a artista.

A revista Quem conversou com o neurocirurgião Carlo Emanuel Petitto e abordou sobre tumores cerebrais como o de Gloria Maria. Segundo o médico, os sintomas mais comuns estão ligados a hipertensão intracraniana, devido ao crescimento da lesão e o espaço reduzido entre o cérebro e o crânio.

Dor de cabeça associada a náusea e vômito, vertigem e tontura são alguns dos sinais da doença. Em estados mais avançados pode haver embaçamento da vista, estrabismo e visão dupla e até crises convulsivas, conforme destacou o neurocirurgião.

Sobre seu trabalho na Rede Globo, como apresentadora do "Globo Repórter", ainda não foi informado quando a jornalista retomará suas funções na emissora. Empresários da artista informaram que não se pronunciaram sobre o caso, uma vez que a assessoria de Gloria seria feita pela TV Globo.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Saúde
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!