A cantora Ivete Sangalo se recusou a receber o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), em seu camarim. Ivete iria se apresentar na comemoração de 50 anos do escritório Sérgio Bermudes Advogados, que aconteceu na última sexta-feira (6).

O pedido foi feito para que o governador pudesse visitar o camarim da cantora durante a comemoração, mas ela se negou a recebê-lo no momento.

A notícia foi reportada pelo colunista Lauro Jardim, do jornal “O Globo”. A artista, ao ser avisada pela sua produção, do pedido do político de entrar no camarim, avisou que não gostaria que ele fosse até o local, e barrou a presença de Witzel.

O evento aconteceu no Copacabana Palace, e recebeu cerca de 3.300 convidados. A assessoria de imprensa de Ivete foi procurada para comentar sobre o assunto, mas não deu nenhuma declaração até o momento sobre o motivo que levou a cantora a barrar a entrada do governador em seu camarim.

Até o momento não se tem nenhuma declaração da artista a respeito do ocorrido e nem mesmo de sua assessoria.

Drama familiar para Ivete Sangalo

Logo no início do mês de novembro a cantora passou por um momento de drama familiar. Ivete perdeu o seu irmão, Jesus Sangalo.

O empresário acabou falecendo depois de ter sofrido algumas complicações em sua saúde, em decorrência de uma cirurgia bariátrica.

Ele, que era empresário da cantora até 2011, acabou sendo demitido por ela ao ser acusado de ter feito desvios de dinheiro da produtora Caco de Telha, que é a responsável por cuidar da carreira de Ivete.

Em 2016, o empresário foi entrevistado pelo “Câmera Record”, quando falou a respeito de sua demissão e da acusação que estava sendo vítima. Ele alegou que não havia cometido nenhum desvio de dinheiro da produtora.

Durante o programa, Jesus chegou a comentar que depois de ter sido demitido pela produtora de Ivete, precisou tomar um outro rumo em sua vida para poder se manter.

Ele, que teve um rompimento com a irmã, precisou passar a vender cosméticos como forma de sobreviver.

Além disso, Jesus chegou a falar que não sentia falta de sua irmã. Na época, ele declarou que precisou se afastar da maior estrela do país e que ele também fez com que ela chegasse onde chegou.

Na mesma entrevista para a Record, nesta época, Jesus ainda relembrou de quando foi acusado, que Ivete não o defendeu das acusações que estavam sendo feitas contra ele.

Ele contou ainda que isso fez com que ele saísse muito prejudicado da situação, e não foi somente em relação ao lado profissional, mas também acabou sendo prejudicado psicologicamente.

Siga a página Famosos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!