A morte precoce de Gugu Liberato impactou o trabalho e a vida do dono do SBT. Segundo o portal R7, Silvio Santos, de 88 anos, cancelou todas as próximas gravações, pois se encontra com a saúde e as emoções fragilizadas, desde a notícia envolvendo a morte de Gugu.

Silvio cancelou a gravação da última quinta-feira (28) e, também, deste sábado (30). Segundo as filhas, o pai não tem falado sobre o assunto e é compreensivo já que eles, Gugu e Silvio, tinham uma relação muito especial. Abalado desde que recebeu a notícia da morte de Gugu, no dia 22, o mesmo tem preferido ficar recluso em sua casa.

Segundo a filha, Patrícia Abravanel, Silvio tem preferido “sofrer calado”. Ainda de acordo com familiares, o patriarca não foi ao velório e ao enterro por solicitação familiar e médica, a fim de evitar “fortes emoções” já que estava com a saúde debilitada, agravada pela notícia da morte precoce de Gugu, que aconteceu num acidente doméstico na Flórida, Estados Unidos.

Início da amizade

Gugu Liberato iniciou seu trabalho com Sílvio Santos aos 14 anos, em 1981, com quem ficou por quase 30 anos. De acordo com a família, a mudança de emissora, do SBT para a Record TV, foi ocasionada devido à proposta irrecusável da segunda e que isso não abalou a amizade. Abravanel ressaltou em sua fala que Gugu era o braço direito de seu pai durante o tempo em que esteve no SBT.

Cobertura do SBT

Alvo de muitas críticas à emissora teve como porta-voz de defesa Patrícia Abravanel, filha de Silvio Santos, que ressaltou o respeito que o pai teve frente ao desejo da família de Gugu para que fosse respeitado o momento de luto. Segundo Patrícia, essa foi a forma que seu pai encontrou para honrar a família do amigo.

A colunista Patrícia Kogut, do jornal O Globo, fez uma crítica ao SBT, dando nota zero para a emissora por ter ignorado o noticiário do velório e sepultamento chamando o canal de deselegante o que para a mesma foi um absurdo.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Famosos Fofocas

Kogut também repassou a opinião no seu Instagram, onde teve sua crítica rebatida por Patrícia Abravanel.

Destacou também que o programa “Domingo Legal” foi feito em homenagem a Gugu, assim como os breaks, o jornalismo e as páginas de jornal. Silvio despertou esse desejo de não cobrir esse tipo de notícia desde que Hebe Camargo e Roberto Bolãnos faleceram. Segundo o mesmo, não se deve “explorar a morte”.

A emissora já estava pronta com repórteres e helicópteros que acompanhariam o velório e o sepultamento quando receberam ordens de Silvio de não dar continuidade à cobertura.

Ainda não foi informada a previsão de quando Silvio voltará a gravar. No momento, familiares e a emissora têm procurado respeitar o espaço de Silvio Santos frente a dor do luto, por ter perdido seu ex-funcionário e amigo Augusto Liberato.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo