O delegado e deputado estadual Bruno Lima se mostrou indignado com uma conversa que aconteceu no confinamento do "Big Brother Brasil 20", entre os participantes Mari Gonzalez e Felipe Prior, sobre zoofilia. A conversa aconteceu na área externa do confinamento entre os participantes, na tarde do último domingo (26). Diante do que foi dito pelos participantes do programa, Bruno alega que vai entrar com uma representação do Ministério Público para tratar o caso.

Ao longo da conversa entre Mari e Felipe, eles falaram a respeito da normalização da prática da zoofilia, a qual é crime, em alguns locais e por algumas pessoas que cometem o ato.

Mari chegou até mesmo a causar uma grande polêmica nas redes sociais ao falar que, para eles, era algo anormal de se fazer, mas que, para muita gente, o ato é normal. A forma como a participante falou do caso gerou uma grande revolta no público que assistia o momento, que se indignou nas redes sociais.

Delegado ameaça entrar com processo

Na declaração oficial feita por Bruno Lima, ele declarou que agora, diante da situação, pretende tomar as medidas legais necessárias de forma imediata, e que não é possível que um ato como este, que é crime, seja tratado desta forma. Bruno ainda declarou que, a respeito do episódio, já havia um equipe que estava responsável para poder estudar as medidas que legais necessárias para que seja feita uma representação no Ministério Público do Rio de Janeiro.

O deputado ainda ressaltou para o fato de que Zoofilia é crime, e que não é algo normal de se cometer. Bruno ainda destacou a respeito de casos em que um animal é resgatado após ser vítima de estupro, e que ele gostaria de ver alguém ver o estado do animal e falar que é normal.

O advogado já é conhecido pelo público por atuar como sendo defensor das causas dos animais, e chegou a entrar com uma representação no Ministério Público também a respeito do caso do cachorro que foi morto dentro de uma das lojas da rede de supermercados Carrefour.

Através das redes sociais, o público do programa se mostrou muito indignado com o que foi visto na telinha, e chegaram até mesmo a acusar Mari e Felipe de estarem fazendo apologia à zoofilia dentro do confinamento. Os telespectadores chegaram a cobrar também que fosse feito um posicionamento mais incisivo da dupla do crime que foi cometido.

Nas redes sociais, os internautas comentaram que o delegado Bruno Lima havia declarado que entraria com a representação a respeito do caso. Muitas pessoas publicaram o vídeo em que a dupla normaliza a situação, mostrando sua indignação nas redes sociais. A fala de Mari foi a que mais gerou polêmica, pelo fato de que a influenciadora falou que estaria tudo bem se alguém comete o ato, apesar de ressaltar que acha anormal.

Siga a página Política
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!