Nesta última terça-feira (14), o cantor Eduardo Costa e seu irmão Weliton Costa foram chamados a comparecer à Polícia Civil de Belo Horizonte para poder prestar depoimentos sobre uma suposta ameaça que foi feita por eles ao cantor Clayton, da dupla Clayton e Romário. O caso atualmente está sendo investigado pelas autoridades, após o cantor alegar que Eduardo Costa e seu irmão haviam o ameaçado devido seu envolvimento com uma ex-namorada do sertanejo.

A Polícia Civil informou que os irmãos foram até a delegacia para poder prestar os devidos depoimentos sobre do caso de livre e espontânea vontade.

Eles compareceram à Delegacia Adida Juizado Especial Criminal, que fica localizada na capital mineira.

Os irmãos foram ao local um dia antes do que constava na intimação que foi enviada para que eles prestassem os depoimentos. A delegada que cuida do caso atualmente não quis conceder declarações sobre os depoimentos que foram dados pelos irmãos.

Caso de Eduardo Costa na Justiça

Agora, o caso está nas mãos da Justiça, e será agendada uma nova audiência para que todas as partes envolvidas no caso sejam ouvidas.

O boletim de ocorrência foi feito pela vítima no dia 23 de dezembro do ano passado apontando uma suposta ameaça que sofreu do cantor e seu irmão.

De acordo com os detalhes que constam no B.O., Romário foi quem recebeu as mensagens ameaçando seu irmão Cleyton Moreira Lemos. No depoimento que foi feito aos policiais posteriormente, foi alegado que Eduardo não havia gostado do relacionamento de sua ex-noiva com o cantor, e, devido a isso, havia tirado satisfações com Clayton.

Na última semana, porém, o colunista Leo Dias deu destaque ao caso em sua coluna, e falou que quem havia de fato feito as ameaças ao cantor foi o irmão de Eduardo, Weliton. Ele foi o responsável por enviar um áudio através do aplicativo WhatsApp, por meio do qual ameaçava matar todas as pessoas que estivessem próximas da ex-noiva do sertanejo.

Logo depois da confusão toda vir à tona, Eduardo acabou confirmando que de fato o irmão havia feito tais ameaças, e aproveitou para poder pedir desculpas pela situação causada.

Ele ainda justificou o ato do irmão, alegando que foi feito em um momento de fúria do mesmo.

O site “NaTelinha” tentou entrar em contato com a assessoria de imprensa de Eduardo, mas foi informado que ele já havia prestados todos esclarecimentos necessários aos investigadores do caso, e que ele agora não irá comentar mais nada a respeito do assunto com a mídia.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!