Morreu no último domingo (26), o jogador da NBA, Kobe Bryant, em um acidente de helicóptero em uma cidade da região metropolitana de Los Angeles, Calabasas, no Estado Unidos. Considerado, uma das lendas do basquete amaricado, Bryant, estava nesse helicóptero com mais oito pessoas e entre elas, sua filha Gianna. A confirmação dessa informação do acidente e das vítimas partiram do LA Country Sheriff, que é o departamento da Polícia local aonde aconteceu o acidente. Mesmo assim, a Polícia local, não confirmou os nomes das vítimas.

A confirmação que o jogador estava entre as vítimas, partiu da própria NBA que divulgou a informação e ainda confirmou que a filha de Bryant estava junto.

O helicóptero sofreu a queda em uma área considerada descampada, aproximadamente, às 9h45 (no horário de Brasília às 14h45). Ainda, segundo a Polícia de Los Angeles, também houve um foco de incêndio que os bombeiros tiveram que controlar para chegar ao local do acidente. A Polícia ainda disse, que não houve nenhuma vítima no solo do acidente (que estavam no local na hora da queda).

Além de Kobe Bryant e sua filha Gianna Bryant, a terceira vítima era o treinador de beisebol que trabalhava de uma faculdade de Orange Coast, John Attobelli.

Segundo a TV de esporte ESPN dos Estados Unidos, essa viagem que Kobe estava fazendo era um evento esportivo de Gianna e eles estariam indo para um jogo de basquete da filha de Bryant em Mamba Academy, que ficava na cidade Thousand Oaks. O local ficava 30 quilômetros de onde houve a queda.

Sobre o acidente

A Polícia de Los Angeles afirmou que recebeu uma ligação aproximadamente, às 9h47 do local (que no horário de Brasília era 14h47). Foram enviadas viaturas ao local da queda e encontraram já um incêndio que ocorreu depois da queda do helicóptero. Quando o fogo foi apagado e puderam chegar ao helicóptero, segundo o que a Polícia de Los Angeles disse em uma entrevista coletiva, não sobreviveram ninguém.

O piloto da aeronave e oito pessoas (que eram passageiros) morreram no local da queda.

A Polícia ainda não confirmou o jogador como uma das vítimas porque espera o trabalho do departamento legista, porém, a morte do Bryant, que jogou no Los Angeles Lakers, teve a confirmação por muitos jornais americanos e muitos amigos e alguns ex-companheiros de Bryant. Em uma nota oficial do comissário da NBA, Adam Silver, disse que a comissão de basquete estava arrasada com a morte de um modo trágico de Kobe Bryant e sua filha Gianna Bryant.

Segundo informa o xerife de Los Angeles, em uma entrevista coletiva, Alex Villanueva, os bombeiros levaram oito minutos para chegar até o helicóptero — que caiu na colina de Calabasas.

Porém, levaram uma hora para apagar o incêndio resultado do acidente, que tinha acerca de mil metros quadrados. A demora da verificação se justificaria segundo o xerife, por causa da reação química entre a fuselagem da aeronave no meio incêndio, por causa do magnésio que é perigoso.

A Polícia disse que as causas do acidentes vão ser investigadas pela FAA (Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos da América) como acontece sempre nesses tipos de acidente.

Siga a página Futebol
Seguir
Siga a página ESports
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!