Muitos foram pegos de surpresa quando o SBT anunciou que "Betty, A Feia em NY" seria a substituta de "Abismo de Paixão" na programação do canal. Não porque será mais uma exibição da história de "A Feia Mais Bela", mas sim por se tratar de uma novela da Telemundo, e não da Televisa.

A Telemundo é a segunda maior produtora de Novelas em língua espanhol no mundo, e maior concorrente da Televisa nos Estados Unidos.

Silvio Santos descontente

Segundo informações do colunista do UOL Ricardo Feltrin, a decisão de exibir uma novela da Telemundo em sua programação tem tudo a ver com um descontentamento de Silvio Santos em relação ao contrato de sua emissora, o SBT, com a Televisa.

O atual contrato entre Televisa e SBT só vai expirar daqui a, aproximadamente, um ano. No entanto, Silvio já entende que o contrato, nestes moldes, é inviável a realidade do momento atual da TV brasileira.

Tendo isso em consideração, o "patrão" já autorizou alguns representantes do SBT que cuidarão dessa renovação de contrato com a Televisa e renegociar esse contrato, ou seja, reduzir o valor que o SBT paga a emissora mexicana. Caso isso não seja possível, existe até a possibilidade do contrato não ser renovado e o SBT adotar uma outra estratégia.

Essa estratégia nada mais seria do que não manter especificamente um contrato com a Televisa, mas sim adquirir as novelas individualmente, a medida que o canal for sentindo necessidade.

Essa opção tem duas consequências imediatas: a primeira é que ficaria muito mais fácil para o SBT, do dia para a noite, parar de exibir novelas mexicanas. E segundo, que abriria a possibilidade de outros canais abertos no Brasil exibirem as tramas latinas, já que a Televisa não teria exclusividade com outro canal.

Contrato com a Televisa não compensa

Segundo informações do colunista Ricardo Feltrin, duas são as justificativas do SBT para argumentar que o contrato com a Televisa não mais compensa. De um lado, a emissora entende que as produções da Televisa caíram muito de nível nos últimos anos. Por exemplo, faz muito tempo que a empresa mexicana não produz uma "bomba" como a trilogia das Marias ou "A Usurpadora".

Por outro lado, o SBT paga a Televisa em dólar, e uma coisa era a cotação do dólar na época em que o contrato foi firmado, outra coisa bem diferente é a atual cotação da moeda americana.

A solução?

Para contornar esse prejuízo financeiro, o SBT pensa em alternativas, como, por exemplo, a Telemundo. Nos dias de hoje, Silvio Santos não vê a Telemundo como uma concorrente direta da Televisa, mas sim como uma possível parceira do SBT a longo prazo.

Ainda segundo informações do colunista, circula nos bastidores do canal brasileiro que a Telemundo vem produzindo novelas com qualidade muito superior a Televisa, com tratamento comparável até de cinema, e que merecem ser olhadas com carinho.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Novelas
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!