A atriz Cláudia Rodrigues, de 48 anos, deixou nesta quinta-feira (6) a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Alberto Einstein, em São Paulo, onde estava internada desde 28 de janeiro, [VIDEO] quando deu entrada com traumatismo craniano. Ela foi levada para a Unidade de Terapia Semi-Intensiva, onde se alimenta com sonda, mas respira de forma espontânea e ainda fará novos exames.

Adriane Bonato, empresária da artista, disse que Cláudia teve uma melhora significativa na visão e na fala e que precisará agora retornar à fisioterapia, que tem como objetivo fortalecer a musculatura das pernas.

Ela havia sofrido uma queda clínica Cevisa, onde faz tratamento com células-tronco para esclerose múltipla.

A empresária revelou ainda que além do traumatismo, Cláudia também teve que enfrentar uma infecção urinária que foi causada por uma bactéria localizada na bexiga. De acordo com Adriane, a situação já foi controlada.

No próximo mês ela será submetida a uma cirurgia nos Estados Unidos. De acordo com a empresária, o cronograma de tratamento não sofreu alterações. Bastante confiante, ele diz ainda que Cláudia não sofrerá sequelas e voltará tão bem quanto antes.

“Ela vai sair daqui, inaugurar o teatro e tudo o que planejamos para este ano vai acontecer”, disse.

Desmentiu boatos

Também foi desmentido por Adriane uma notícia que circulou a qual diz que Cláudia havia sofrido uma convulsão e que ela estava em 6 na escala de Glasgow, que vai até 15. Os boatos a deixaram bastante chateada.

A empresária explicou ainda que Cláudia sofreu uma queda quando estava sozinha em seu quarto quando caiu.

Cláudia bateu a cabeça diretamente no chão, mas ao contrário do que chegou a ser dito, ela não sofreu convulsão e nem teve edema e que foi induzida ao coma como parte do tratamento.

Adriane justificou ainda a não permissão de divulgar boletins médicos da atriz, dizendo que a razão era o quadro ser bastante grave. Segundo ela, a atriz já está consciente, se levantou e responde a tudo que lhe é perguntado, mas ainda apresenta cerca dificuldade para falar por conta do trauma.

Em dezembro, Cláudia Rodrigues já havia sofrido uma internação, [VIDEO] mas foi para receber medicação, tendo alta poucos dias depois.

Luta contra a doença

Em 2000, a atriz foi diagnosticada com esclerose múltipla, doença autoimune que atinge o sistema nervoso central, e está afastada da Televisão desde 2013.

A batalha que vem travando contra a doença fez ela até a se submeter a tratamentos alternativos para conter seu avanço e em 2016 fez um transplante de células-tronco. Em 2018, ela passou a apresentar dificuldades de locomoção e sua audição ficou comprometida.

Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!