Nesta última segunda-feira (3), o participante do "Big Brother Brasil 20", Petrix Barbosa, recebeu uma intimação para prestar depoimento logo após deixar o confinamento do programa.

Ele está sendo acusado de ter cometido assédio no confinamento do reality show da Rede Globo, e agora terá que depor a respeito do caso.

Através de um comunicado da assessoria da Polícia Civil do Rio de Janeiro, foi informado que a Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (DEAM) de Jacarepaguá enviou uma intimação à TV Globo nesta última segunda, e o depoimento do participante está marcado para acontecer na sexta-feira (7).

A assessoria da emissora foi procurada para falar a respeito do caso, e declarou que a Globo de fato recebeu uma intimação a respeito do caso, que foi entregue para o departamento jurídico da emissora nesta última segunda. Através do perfil oficial no Twitter, a Polícia Civil do Rio de Janeiro falou a respeito do assunto, e declarou que a DEAMs está sempre agindo para combater a violência contra a mulher.

Assessoria de Petrix se manifesta

O site de notícias “UOL” entrou em contato com os representantes de Petrix a respeito da decisão da Polícia, que declararam que agora estão aguardando a respeito de um comunicado oficial a respeito da situação. Segundo os representantes do ginasta, até o momento nada formal foi enviado a eles, e ainda deixaram claro que nem mesmo a Globo havia chegado entrar em contato com eles a respeito do caso e da intimação que foi entregue em nome do participante para o departamento jurídico do programa.

Em uma declaração para o site “Universa”, Juliana Emerique falou a respeito da decisão de que Petrix fosse chamado para depor sobre o caso. Ela também foi responsável pela denúncia feita contra Vanderson há um ano.

Através de sua conta oficial no Instagram, a delegada declarou que as menções e os vídeos que foram publicados através das redes sociais com os momentos em que o ginasta foi acusado de ter cometido assédio contra as participantes do confinamento são fontes suficientes para que seja aberta uma investigação sobre o caso.

A delegada declarou ainda que as imagens são muito sérias, e que eles querem agora saber mais detalhes a respeito do que de fato aconteceu no momento que foi registrado pelas câmeras do confinamento.

Além disso, Juliana ainda ressaltou sobre a revolta que a atitude do ginasta causou nas redes sociais, principalmente referente ao seu comportamento dentro do confinamento.

Devido ao fato de que é uma ação penal púbica, a delegada optou por fazer o primeiro procedimento policial.

Vale ressaltar que Petrix pode deixar o confinamento antes mesmo que o prazo da intimação que foi estipulado seja cumprido. Isso porque o ginasta atualmente está no Paredão do "Big Brother Brasil 20" ao lado de Hadson, Babu e Pyong. Nesta terça-feira (4), será revelado em um programa ao vivo o resultado do Paredão e um dos quatro participantes pode deixar o reality show.

Não perca a nossa página no Facebook!