O mundo dos Famosos está sempre envolto em algum tipo de polêmica e, com o cantor sertanejo Gusttavo Lima, não é diferente. Uma das famosas canções do astro sertanejo, "Fora do Comum", está sendo alvo de um processo judicial por parte de seu compositor, André Luiz Gonçalves, no qual ele alega que Gusttavo Lima usou indevidamente a música.

Imbróglio envolvendo Gusttavo Lima

Toda a confusão em torno da canção ocorreu porque o compositor da canção, André Luiz Gonçalves, disse que o cantor de sucessos sertanejos teria feito uma proposta a ele, oferecendo uma parceria e, após isso, Gusttavo Lima teria tomado posse de 50% dos direitos autorais da música.

Todos os trâmites do processo estão sendo conduzidos pela 30ª Vara Cívil da cidade de Goiânia, estado de Goiás, e o requerente pede uma indenização no total de R$ 20 milhões.

Parceria com Gusttavo Lima

André Luiz foi entrevistado pela colunista Fábia Oliveira, do jornal O Dia, e explicou todo o ocorrido envolvendo o cantor. Inicialmente, ele alegou que Gusttavo Lima havia lhe convidado para fazer uma parceria, e fez um pedido para que fizesse a gravação de sua música e, posteriormente, enviasse a gravação para ele.

O compositor lembra que antes de enviá-la, ele fez o registro da canção. Após se passarem alguns dias, o astro sertanejo entrou em contato com ele e propôs um tipo de parceria, afirmando que ele só iria gravar a música se André topasse fazer uma sociedade.

Acreditando na boa fé do cantor, André Luiz pensou que Gusttavo só iria colocar o nome na composição dele, porém, o astro sertanejo foi e registrou a canção como se fosse 50% de sua autoria. Por fim, o dono da composição foi até uma editora fazer o registro da obra, mas, ao chegar lá, descobriu que o "embaixador" já tinha registrado a metade da canção (50%).

Para que não ficasse sem nada, ele decidiu registrar os outros 50% para não deixar de receber.

Outras acusações a Gusttavo Lima

Gusttavo Lima ainda foi acusado de ganhar dinheiro todo esse tempo executando a tão polêmica obra em plataformas digitais, colocando-a em várias rádios, sem contar com os ganhos com a venda de DVDs e CDs.

O compositor ainda alegou algumas outras promessas do cantor, nas quais ele teria prometido fazer o lançamento de outras canções dele e pediu voto de confiança do compositor.

Em uma outra composição, "Amor de Poeta", só o nome de André apareceu na obra, mas não lhe teria sido repassada até hoje nenhuma quantia de direitos autorais dessa música.

O processo já teve duas audiências até o momento, porém, sem nenhum tipo de acordo. Os advogados do cantor na última audiência ofereceram R$ 50 mil divididos em 10 vezes de R$ 5 mil, e acrescentado de uma proposta de gravar músicas pelo estúdio do cantor. Agora, resta esperar a segunda instância.

Defesa de Gusttavo Lima

A defesa do cantor alega que a música foi feita em parceria com o compositor e que ele já teria recebido 50% dos direitos autorais.

Sobre as acusações de André, eles classificaram como "afirmações infundadas".

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Fofocas
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!