No último domingo (9), aconteceu a cerimônia de entrega do Oscar, representando a 92ª edição da premiação. Ainda que alguns favoritos tenham acabado perdendo a maior parte dos prêmios aos quais eram indicados, isso não se repetiu na categoria de Melhor Atriz, que teve como vencedora Renée Zellweger pelo filme "Judy: Muito Além do Arco-Íris", cinebiografia da cantora e atriz Judy Garland.

É possível afirmar que essa foi a segunda ocasião em que Renée levou para casa uma estatueta dourada. Aos 50 anos, a já veterana havia se consagrado vencedora antes, pelo filme "Cold Mountain". Entretanto, na ocasião destacada, ela venceu o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante.

Ao fazer o seu discurso de agradecimento pelo prêmio máximo da noite, Renée Zellweger afirmou que o Oscar simbolizava uma espécie de reconhecimento de todo o vasto legado deixado por Judy Garland. Ainda na ocasião, a atriz destacou que a sua “personagem” no filme não chegou a vencer um Oscar enquanto era viva.

Apesar de nunca ter conseguido chegar a uma vitória, mostra-se válido apontar que Garland foi indicada duas vezes ao prêmio. Ela, que atuava desde criança, chegou a ganhar um prêmio honorário ainda em 1940, mas esse foi o único de toda a sua carreira.

Sobre o filme "Judy: Muito Além do Arco-Íris", é possível destacar que ele foi adaptado para as telas de Cinema a partir de uma peça da Broadway.

O recorte escolhido pela peça foi o último ano de vida da atriz, que se mudou para Londres na tentativa de salvar a sua carreira. Nessa fase da vida de Judy Garland, o seu sucesso havia decaído consideravelmente.

Mais sobre Renée Zellweger

É possível afirmar que Renée Zellweger nasceu no ano de 1969, no estado do Texas, Estados Unidos.

Sua carreira teve início na TV, quando ela estrelou o filme "A Taste For Killing", ainda no ano de 1992.

Entretanto, o reconhecimento por parte do público somente chegou quatro anos depois, quando em 1996 a atriz esteve presente no filme "Jerry Maguire – A Grande Virada". No longa-metragem em questão, Renée fazia par romântico com o então galã Tom Cruise.

No que se refere à trajetória da atriz no Oscar, é possível afirmar que a sua primeira indicação ao prêmio máximo do cinema aconteceu ainda no ano de 2001, pelo filme "O Diário de Bridget Jones", que também a consagrou aos olhos do público definitivamente.

Em ascensão, Reneé voltou a ser indicada no ano seguinte pelo seu desempenho no musical "Chicago", que foi um dos grandes indicados daquela edição do Oscar. Na ocasião, ela também concorreu como Melhor Atriz Coadjuvante e a sua companheira de elenco, Catherine Zeta-Jones, acabou ficando com a indicação na categoria de Melhor Atriz.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Cinema
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!