No último domingo (9), aconteceu a 92ª edição do Oscar. A dupla de atores Zack Gottsagen e Shia LaBeouf subiram ao palco do Teatro Dolby para apresentar uma das categorias, Melhor Curta Live-Action, que acabou premiando "The Neighbors’ Window".

Na ocasião citada, Zack, que tem 34 anos e é portador da síndrome de Down, precisou lidar com a impaciência do seu colega de palco durante o anúncio do prêmio. É possível afirmar que ele foi interrompido por Shia LaBeouf, que disse o nome do vencedor antes que Zach pudesse fazê-lo.

Logo após a atitude de Shia, as redes sociais se mobilizaram em favor de Gottsagen e criticaram bastante a atitude do ator de "Ninfomaníaca", que foi apontado como desrespeitoso por ter interrompido o colega de apresentação durante a ocasião descrita.

Entretanto, o desagrado com Shia LaBeouf se potencializa quando, em um determinado momento do vídeo que mostra a interrupção, o ator aparenta estar rindo. Pouco antes da suposta risada, Zack havia se atrapalhado e gaguejado ao dizer o nome da categoria que os dois estavam apresentando juntos.

A repercussão no Twitter foi bastante intensa e o nome do ator chegou a figurar entre os assuntos presentes nos Trending Topics, que medem os tópicos mais discutidos na rede social em questão. Além disso, a revolta de alguns internautas foi tão grande que Shia LaBeouf chegou a ser chamado de “babaca” e acusado de não ter empatia ou mesmo gentileza e respeito para com o próximo.

Outra pessoa, por sua vez, questionou os motivos para que Shia estivesse tão impaciente com toda a situação, fazendo caras de riso enquanto Zack Gottsagen tentava anunciar a categoria citada anteriormente.

Uma outra internauta ainda chegou a afirmar que Shia precisaria prestar alguns esclarecimentos sobre a sua atitude durante a apresentação do prêmio destacado.

Além disso, algumas pessoas também chegaram a afirmar que, por se tratar de um ator no palco, Shia LaBeouf deveria pelo menos ter fingido que não estava irritado com a situação que estava acontecendo e, quem sabe, atuado como “um ser humano decente”, nas palavras do internauta em questão.

Mais sobre o Oscar 2020

Para a surpresa de muitas pessoas, o grande vencedor da noite foi o filme coreano Parasita, dirigido por Bong Joon Ho.

Ao todo, o longa concorria a seis prêmios diferentes e acabou levando quatro deles para casa. Os favoritos dessa edição do Oscar, "1917" e "Era Uma Vez Em...Hollywood", ficaram atrás de "Parasita", e saíram da 92ª edição da premiação com 3 e 2 prêmios, respectivamente.

É possível afirmar que o filme de Boon Jong Ho levou para casa as estatuetas de Melhor Filme Internacional (antigo Melhor Filme Estrangeiro), Melhor Roteiro Original, Melhor Diretor e Melhor Filme. Ao vencer a categoria de Melhor Filme ele se tornou o primeiro longa-metragem falado completamente em outro idioma, diferente do inglês, a conseguir levar um Oscar.

Siga a página Famosos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!