Através de um vídeo enviado ao programa "Fantástico", neste último domingo (9), a viúva do apresentador Gugu Liberato, Rose Miriam Di Matteo, falou sobre a relação dela com o apresentador ao longo dos anos.

No vídeo, Rose começa dizendo que as pessoas têm comentado que eles não são uma família, e que os que falam isso estão cometendo um grave erro, e que, ao longo dos 20 anos que estiveram juntos, eles foram muito felizes. Na gravação, Rose ainda destaca que, ao longo dos anos, eles tiveram seus altos e baixos como qualquer casal tem, mas sempre se mantiveram unidos.

A médica, diante de toda a polêmica a respeito de seu Relacionamento com o apresentador, mostrou os 20 anos documentados que passou ao lado de Gugu. Fotos durante sua gravidez, junto dos seus filhos pequenos, viagens, férias e cenas românticas em revistas de celebridades que foram feitas pelo casal.

Rose Miriam reuniu todas as fotos citadas e enviou para seu advogado, que agora cuida do caso a respeito da disputa enfrentada por ela contra a família do apresentador, que alega que eles não eram um casal, mas apenas amigos.

Rose reúne provas sobre relação com Gugu

Agora, com todo material reunido por Rose Miriam, ele será anexado ao processo que está sendo movido por ela para que ocorra o reconhecimento da união estável entre Gugu e Rose. Na última semana, os advogados da família Liberato falaram a respeito do processo que está sendo movido pela médica, e alegaram que não existe a menor possibilidade de que seja comprovada uma união estável entre os dois, segundo apontaram os advogados Carlos Regina e Dilermano Cigagna Júnior.

No testamento deixado pelo apresentador, Rose Miriam ficou sem nada em seu nome. Caso a união estável seja reconhecida após o pedido feito por ela na Justiça, metade do patrimônio deixado por Gugu, que atualmente é avaliado no valor de R$ 1 bilhão, tornaria-se por direito de Rose.

Reviravolta na disputa

A batalha jurídica entre Rose e a família de Gugu mal começou, mas já contou com várias reviravoltas ao longo do processo.

Isso porque Rose anteriormente havia pedido por uma pensão provisória na Justiça, no valor de R$ 100 mil, e a decisão foi derrubada em segunda instância nesta última semana.

Ao invés do valor solicitado, ela agora vai receber o valor de US$ 10 mil por mês. Tudo isso devido a um documento que foi divulgado na última semana. Em março de 2011, Rose e Gugu assinaram um documento chamado “compromisso conjunto para criação de filhos”.

No documento, é alegado que os dois tiveram filhos através de inseminação artificial. E também consta que os pais apenas têm algum tipo de vínculo devido ao respeito e amizade entre eles, e são ligados apenas como pais.

No documento também consta que os pais viviam em residências separadas, e que Gugu arcaria com todas as despesas, e com isso iria depositar um valor mensal na conta do irmão de Rose, Gianfrancesco Di Matteo.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Relacionamento
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!