Rose Miriam di Matteo, a médica e mãe dos filhos do apresentador Gugu Liberato, escreveu recentemente uma carta na qual dava alguns detalhes a respeito da relação que mantinha com o apresentador ao longo dos anos em que estiveram juntos.

O apresentador morreu em novembro do ano passado, aos 60 anos de idade. No texto, Rose ressalta o respeito do carinho que ela sentia por Gugu, e também pelos três filhos que tinha com ele, João Augusto, Marina e Sofia.

Atualmente, Rose Miriam e os familiares do apresentador estão em um embate na Justiça pela herança do mesmo, avaliada em R$ 1 bilhão. No entanto, no testamento que foi deixado pelo apresentador, ele não incluiu a mãe de seus filhos, e não deixou nada para Rose.

Ao ser lido o testamento, Gugu deixou 75% de todo o seu patrimônio para ser dividido entre seus filhos, e 25% à sua mãe e familiares.

Carta de Rose em tom de desabafo

Na carta que foi escrita e enviada por Rose Miriam à revista “Veja”, ela alegava que ela, Gugu e os três filhos formavam uma família, por mais que o mesmo tenha sido contrariado por pessoas próximas.

No texto, Rose alega que Gugu queria constituir uma família, e que ela também queria, e que, desta forma, ela foi incluída na vida do apresentador, assim como ela também o incluiu na sua. A ex-mulher do apresentador ainda alega que, desta forma, eles formavam uma família com a vontade de Deus, e tiveram três filhos saudáveis. Rose ainda se recordou que, desde que os dois souberam que ela estava grávida, a vida deles mudou.

Em meio ao texto, Rose destacou que Gugu, ao longo do tempo em que esteve vivo, foi um pai e marido zeloso, e ressaltou que ele foi seu companheiro, nos momentos felizes que tiveram ao longo da criação dos filhos, e deixou claro que considerava ele como sendo o pilar da casa. Rose, ao longo de todo texto, fez questão de ressaltar que ela, junto da família que constituiu com Gugu, era feliz, e que isso tinha sido potencializado desde que eles se mudaram para os Estados Unidos.

Na carta, Rose ainda se lembrou do momento em que o apresentador partiu, em novembro do ano passado, de uma forma repentina. Com tom de pesar, ela deixa claro a saudade que sente do apresentador, e que ele é alguém inesquecível em sua vida, e que só deu amor para toda a sua família, como ela deixou claro ao longo da carta.

A médica ainda pontuou que, para lhe confortar diante da perda do apresentador, ela acredita que agora ele está calmo e também próximo a Deus.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Relacionamento
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!